Dois anos depois da final da Copa do Mundo na Rússia, a França reencontrou a Croácia e repetiu o placar. Em mais um jogo muito animado, os atuais campeões mundiais conseguiram a vitória, por 4 a 2, em Paris, pela Liga das Nações.  Os Azuis lideram o grupo 3 da competição, com seis pontos, mesma pontuação de Portugal, que venceu a Suécia.

Os croatas estão em terceiro, ainda se pontuar, assim como os suecos.  Outro jogaço A França teve certa dificuldade para sair para o jogo nos primeiros movimentos. Quando o time ia começando a se soltar, a Croácia acampou no ataque até conseguir achar o gol que abriu o placar da partida.

Depois de duas oportunidades de Rebic, os croatas conseguiram um escanteio fatal. Sissoko ainda tentou o corte, mas Lovren ficou com a sobra, se livrou de Lucas Hernández e mandou arremate cruzado para balançar a rede.  Os Azuis se mantiveram no campo de ataque em busca da reação, e as principais chances caíam nos pés de Antoine Griezmann.

O atacante do Barcelona perdeu grande oportunidade após jogada de Martial, mas Livakovic fez a defesa.  De tanto insistir, o gol saiu. A jogada foi construída na canhota e Griezmann recebeu de Martial livre na área. Dessa vez, o francês não deu chance para Livakovic e mandou para a rede. A Croácia sentiu, e levou a virada ainda antes do intervalo.

Já nos acréscimos, Ben Yedder fez jogada com Sissoko na direita e cruzou na medida para Martial. O atacante do United se jogou na bola e desviou. Livakovic tentou se esticar, mas a bola resvalou na trave e na cabeça do goleiro e morreu no fundo da rede.

Campeões confirmaram favoritismo

A Croácia voltou a responder no começo do segundo tempo. Kovacic mandou bola para Brekalo, que se livrou bem da marcação e bateu cruzado, no cantinho, para vencer Lloris e deixar tudo igual mais uma vez.  Era um jogo digno de campeã e vice da Copa. E a campeã mostrou sua força para retomar a vantagem aos 19 minutos.

Griezmann mandou escanteio na área e o gigante Upamecano ganhou no alto para marcar o 3 a 2.  A Croácia se abriu, e quase levou o quarto em contragolpe. Griezmann deixou o gol para Martial, que ficou na cara de Livakovic, mas o atacante facilitou a vida do goleirão, que manteve sua seleção no jogo.

Mas não por muito tempo… Em braço de Brozovic na área, o árbitro marcou pênalti e Giroud deslocou Livakovic para mandar para a rede. 4 a 2 foi mais uma vez o placar de um jogaço entre franceses e croatas.

O Gol 

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui