Início Policial Mulher afirma que esfaqueou e matou cunhado para defender irmã no Santa...

Mulher afirma que esfaqueou e matou cunhado para defender irmã no Santa Luzia

4

A Polícia Militar informou que a responsável pelo segundo homicídio do ano em Brusque é a cunhada da vítima. Ela relatou à PM que matou o homem, pois ele teria agredido a esposa, irmã dela. O crime ocorreu neste sábado, 9, no bairro Santa Luzia.

O homem foi identificado como Marlon Fabrício Paulo, de 35 anos. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A mulher, de 31 anos, informou à PM que era a autora do crime e disse que foi defender a irmã, esposa da vítima, após ela ser ameaçada.

Autora localizada

A Polícia Militar foi acionada por volta de 19h30, no bairro Santa Luzia, para atender uma ocorrência de esfaqueamento. Ao chegarem no local, os policiais encontraram o homem caído no chão com várias perfurações no corpo. Marlon chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Moradores da rua SL-013 relataram que os suspeitos do crime haviam saído do local em um carro Escort. Os policiais realizaram rondas e encontraram o carro há cerca de 5 quilômetros da cena do crime. Dentro do veículo estava a mulher, responsável pelo crime, e dois homens, sendo marido e filho da motorista. Segundo a PM, ela informou ser cunhada da vítima e autora das facadas.

Motivação do crime

A mulher relatou que por volta das 8h deste sábado, 9, o homem e a esposa, irmã dela, tiveram uma discussão. Segundo ela, Marlon teria agredido a esposa e ainda quebrado a porta da residência.

Polícia Militar/Divulgação

Já no período da tarde, o homem voltou para casa após consumir drogas e ameaçou a esposa de morte. Ele saiu e voltou para casa novamente e, desta vez, ameaçou a esposa na rua.

Ao ver a situação, a irmã da mulher foi até a casa e pegou uma faca. Ela ainda viu que o casal estava brigando. Dois homens, o filho e marido da autora das facadas, em uma tentativa de separar a briga entre o casal, tentaram agredir Marlon com um capacete.

Neste momento, a mulher desferiu quatro facadas na vítima. Após o crime, ela ainda teria acionado a PM.

Relato da esposa

A irmã da autora das facadas e esposa da vítima confirmou em depoimento à PM que havia sido agredida por Marlon e que ele teria saído da residência. Ele voltou na parte da tarde e pediu por dinheiro e o recibo de compra da moto para vendê-la.

Após entregar o comprovante, o homem pediu para a esposa ir com ele até o mercado para comprar cerveja. Ela afirmou à PM que estava com medo e disse ao marido que não iria com ele. Neste momento, o homem começou a ameaçar ela e a filha de morte. Momentos depois, ele foi esfaqueado.

Os policiais localizaram os objetos utilizados no crime, sendo dois pedaços de madeira e a faca. O Instituto Geral de Perícias (IGP) e a Polícia Civil foram acionados ao local.

Todos os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Brusque para os procedimentos legais cabíveis.

O Município

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui