Thiago Monteiro (74) foi eliminado nas quartas de final do ATP 250 de Córdoba, nesta sexta-feira (26). O brasileiro foi derrotado em três sets (2-6, 6-2 e 6-3) pelo argentino Juan Manuel Cerundolo (335).

O cearense sai de Córdoba com mais de US$ 9 mil em premiação e 45 pontos no Ranking da ATP, que devem ser suficientes para colocar Monteiro entre os 70 melhores tenistas do mundo.

Cerundolo começou melhor a partida, utilizando bolas mais altas e golpes com menos potência. Monteiro não conseguiu pegar o tempo nos golpes e foi quebrado duas vezes no primeiro set.

O brasileiro conseguiu ser mais assertivo no segundo set e conseguiu três quebras para fechar a parcial em 6-2, sendo que Cerundolo precisou de atendimento médico para fazer curativos em bolhas na mão direita.

O terceiro set já começou com quebra de Cerundolo e Monteiro foi atendido por uma lesão muscular na coxa direita. Mesmo com a limitação, o brasileiro chegou a ter três break-points para empatar o jogo no oitavo game, mas desperdiçou todos e o argentino quebrou na sequência para fechar a partida.

Na semifinal, Cerundolo fará um duelo argentino contra Federico Coria (95), algoz do irmão mais velho de Juan Manuel (Francisco), na segunda rodada do ATP 250 de Córdoba.

Já Monteiro segue para a disputa de outro torneio na Argentina, o ATP 250 de Buenos Aires, sendo que o cearense é o único brasileiro com vaga garantida na chave principal.

Outros cinco brasileiros tentam vaga na chave principal do ATP 250 de Buenos Aires: Thiago Wild, João Menezes, Guilherme Clezar, Pedro Sakamoto e Orlando Luz.

Rafael Matos e Felipe Meligeni na final

O Brasil ainda pode levantar troféu no ATP 250 de Córdoba com a dupla formada por Rafael Matos e Felipe Meligeni Alves. A parceria derrotou o conjunto formado pelo alemão Dominik Koepfer e o português João Souza em parciais de 7-6, 6-7 e 10-6.

Essa será a primeira final em torneio de duplas ou simples para Matos e Meligeni, que com a pontuação já adquirida devem ingressar no Top 100 do ranking de duplas da ATP.

Na decisão do ATP 250 de Córdoba, Matos e Meligeni aguardam a definição do outro lado da chave, que ainda tem duelos válidos pelas quartas de final.

Paraná Portal 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui