A cientista e modelo Ekaterina Antontseva, de 34 anos, foi encontrada morta e com um polegar decepado na Rússia. De acordo com a polícia local, a jovem estava nua e tinha sinais de estrangulamento. As autoridades acreditam ainda que o assassino tenha usado o dedo da modelo para acessar o celular dela.

Conforme o jornal The Sun, o corpo de Ekaterina foi encontrado pelo namorado dela após chegar de uma viagem de negócios na semana passada. O suspeito do crime foi identificado apenas como Artyom, de 36 anos. O polegar da jovem foi encontrado dentro da casa dele.

Segundo as investigações, Artyom usou o celular da vítima para enviar mensagens dizendo que ela estava se sentindo mal e não iria trabalhar. Ele também teria excluído mensagens entre ele e a vítima. A hipótese da polícia é a de que o crime foi motivado por uma dívida que ele tinha com a jovem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui