Home Esportes Mainz chega a abrir 2 a 0, mas Bayern atropela no segundo tempo e retoma liderança

Mainz chega a abrir 2 a 0, mas Bayern atropela no segundo tempo e retoma liderança

0
Mainz chega a abrir 2 a 0, mas Bayern atropela no segundo tempo e retoma liderança

O Mainz chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo, mas o Bayern de Munique se recuperou na segunda etapa e virou para 5 a 2, para ficar na liderança do Campeonato Alemão.  Agora com 33 pontos, os bávaros voltam a abrir dois de vantagem para o vice-líder Leipzig, que passou a noite na ponta. O Mainz é o penúltimo colocado, com apenas seis pontos. Surpresa em Munique A primeira parte não foi nada do que se esperava. Nem de perto.

O Bayern jogou como sempre: linhas altas, pressão no campo do adversário, busca por sufoco e domínio completo. Só que o Maiz teve o antídoto perfeito…  Os visitantes aproveitaram as linhas altas do adversário para atacar com velocidade. Já aos cinco minutos Burkardt ameaçou abrir o placar, mas Manuel Neuer evitou.

Os bávaros conseguiam ser perigosos na frente, com Sané, Gnabry, Tolisso, nem tanto com Lewandowski. Mas na defesa, acabaram sucumbindo. Nem Neuer conseguiu salvar.  Aos 32 da primeira parte, Latza fez o lançamento ainda da defesa e Burkardt saiu nas costas de Boateng. O zagueiro reclamou de falta, mas o árbitro nada marcou e Burkardt mandou para a rede.

O Bayern tentou a resposta imediata, não conseguiu e acabou indo ao vestiário com uma desvantagem mais dura. Brosinski cobrou falta na área e Hack apareceu entre os defensores para marcar de cabeça.  Recuperação bávara Os bávaros voltaram do intervalo de cabeça alta. Foram para cima, sem medo, e buscaram a resposta.

Logo no quinto minuto do segundo tempo, Kimmich iniciou a jogada na direita e depois apareceu na área para completar de cabeça e descontar.  O empate não tardou muito. Sané recebeu de Kimmich na direita, cortou para o meio e esperou o momento certo para mandar arremate no cantinho, sem chance de resposta do goleiro.

Apesar de um susto com Quaison em bola no poste logo a seguir ao gol de Sané, o Mainz sentiu o esforço físico que fez no primeiro tempo. Sem perna, não conseguiu mais atacar os espaços com tanta frequência, e tampouco segurou a pressão do rival.  A virada foi questão de tempo, e saiu com um zagueiro.

Depois de desvio de Thomas Müller na área, Süle dominou, bateu de canhota e correu para o abraço para celebrar o 3 a 2.  A partir de então, ficou fácil, e o Bayern venceu como era esperado. Barreiro acabou errando o bote na área e derrubou Gnabry: pênalti.

O quarto gol foi dele, Lewandowski.  O polonês ainda voltou a balançar as redes mais tarde. Gnabry lançou Müller na direita, e o cruzamento foi na medida para Lewa pegar de primeira e colocar mais um na conta. O que era difícil, terminou bem fácil…

O Gol 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here