Continua depois da publicidade

(Crédito: Roberto Casimiro)

Em mais um de seus discursos aloprados, carregado de ódio, leviandade e desinformação, para não dizer pura mentira mesmo, Lula da Silva, o meliante de São Bernardo, atacou o presidente americano, o democrata Joe Biden, dizendo que nunca o ouviu fazer discurso em defesa dos pobres africanos nem o viu mandar ajuda financeira ao continente.

A hipocrisia do ex-tudo (ex-presidente, ex-presidiário, ex-corrupto e ex-lavador de dinheiro) só não é maior que sua profunda ignorância e ímpeto de mentir. Os Estados Unidos da América, a partir da gestão Biden, envia, anualmente, cerca de 8 bilhões de dólares aos países africanos mais necessitados – em dinheiro! -, sem contar medicamentos.

A ira do chefão petista se deve ao anúncio feito pelo presidente americano, que informou que irá destinar cerca de 40 bilhões dólares à Ucrânia (em armas e auxílio econômico e humanitário) após a criminosa invasão russa – que o líder do petrolão e do mensalão, assim como Jair Bolsonaro, o verdugo do Planalto, insiste em relativizar.

Em seu ataque geriátrico-antiamericano, o pai do Ronaldinho dos Negócios declarou: ‘Não é possível que o presidente [Joe] Biden, que nunca fez um discurso para dar US$ 1 dólar para quem está morrendo de fome na África, anunciar US$ 40 bilhões para ajudar a Ucrânia a comprar armas. Não é possível’. O que não é possível ser mais cretino, isso sim.

Para piorar, a mentira foi dita em Porto Alegre, para centenas de jovens em um evento intitulado ‘defesa da soberania nacional’. Ou seja, o bilontra diz querer soberania brasileira (mentira! Quer soberania petista), mas investe de forma grotesca contra a soberania ucraniana. Sem falar que, tão preocupado com os pobres, viajou a POA em jatinho particular. Haja cinismo, hipocrisia e incoerência.

SecomPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui