Lula: “Golpistas já estão na varanda; sem reação, arrombarão a nossa porta”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva usou suas redes sociais para alertar sobre a iminência de um golpe contra a democracia no país. Em postagem, Lula apontou: “Um aviso aos democratas do Brasil: os golpistas já colocaram o pé na nossa varanda. Se não houver reação, eles arrombarão a nossa porta”, disse o ex-presidente.

O comentário do ex-presidente ocorre após o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criticar ontem a atuação dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Celso de Mello. Moraes autorizou mandados de busca e apreensão contra aliados do presidente Jair Bolsonaro, e Mello é responsável pela investigação da suposta interferência de Bolsonaro na Polícia Federal (PF).

Ao fazer a crítica, o filho do presidente disse não ter dúvida de que será alvo de uma investigação em breve. Ele também falou que participa de reuniões em que se discute “quando” acontecerá o “momento de ruptura” no Brasil, e não mais “se” isso acontecerá. “Quando chegar ao ponto em que o presidente não tiver mais saída e for necessária uma medida enérgica, ele é que será taxado como ditador”, disse Eduardo em uma transmissão pelo blog Terça Livre, de Allan dos Santos, um dos investigados no inquérito que apura notícias falsas.

“Não tenho nem dúvida que amanhã vai ser na minha casa [que cumprirão mandado de busca], que se nós tivermos uma posição colaborativa [com o Supremo], vão entrar na nossa casa, dando risada. Até entendo quem tem uma postura moderada, vamos dizer, para não tentar chegar a momento de ruptura, a um momento de cisão ainda maior, conflito ainda maior. Entendo essas pessoas que querem evitar esse momento de caos. Mas falando bem abertamente, opinião de Eduardo Bolsonaro, não é mais uma opção de se, mas, sim, de quando isso vai ocorrer”, afirmou o parlamentar.

Maradona comemora saída de Lula da prisãoReprodução/Instagram

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *