O Liverpool está nas quartas de final da Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, o time inglês encarou o RB Leipzig, em Budapeste, na Hungria, e, de forma objetiva e eficiente, venceu pelo placar de 2 a 0. Salah e Mané marcaram os gols da partida. Com o resultado, a equipe comandada por Jurgen Klopp acumula 4 a 0 no placar agregado e sacramenta a vaga para a próxima fase da Champions. Leipzig tem a bola, mas Liverpool é melhor

Apesar de ter a vantagem a seu favor, o Liverpool tomou a iniciativa nos primeiros minutos em Budapeste. Com intensidade, o time de Klopp ocupou o campo de ataque e pressionou a saída de bola do RB Leipzig. O time alemão demorou a se encontrar na partida, mas conseguiu equilibrar as ações.

A primeira grande oportunidade da partida, inclusive, foi criada pelo RB. Nkunku descolou belo passe para Olmo, que bateu firme e obrigou Alisson a fazer boa defesa. A resposta dos Reds veio logo na sequência. Após cobrança de escanteio pela direita, Diogo Jota subiu livre e testou firme.

Atento, Gulácsi mostrou toda sua elasticidade e operou um milagre em Budapeste. Apesar de controla a posse de bola, o Leipzig encontrou dificuldades para criar espaços na defesa inglesa. O Liverpool, por sua vez, foi mais objetivo e acumulou as melhores chances. Diogo Jota foi quem mais tentou, mas a rede não balançou.

Salah e Mané decidem Na volta do intervalo, o Leipzig manteve a posse de bola e buscou aumentar a pressão no setor de ataque. Na melhor chance criada, Hwang recebeu bom passe pela esquerda e cruzou para Sörloth, que testou firme e carimbou o travessão de Alisson. O poderia ter mudado o panorama da partida, mas não aconteceu.

O Liverpool respondeu, após bela troca de passes, e abriu o placar em solo húngaro. Thiago recebeu pelo meio, passou para Mané, que deixou na boa para Salah. O Egípcio passou como quis por Upamecano e bateu no cantinho, sem chances para Gulácsi.

O que já era ruim para os alemães, ficou ainda pior aos 28, quando Origi foi acionado com extrema liberdade pela direita e cruzou na medida para Mané completar para o fundo das redes: 2 a 0.

Com uma larga vantagem no placar agregado, restou ao time inglês administrar a vantagem nos minutos finais. Já batido, o Leipzig deixou de oferecer resistência e pouco fez até o último apito do árbitro.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui