Continua depois da publicidade

Imagem ilustrativa de um carro Lamborghini Aventador (Crédito: Pixabay)

De acordo com o cadastro de dívida ativa de São Paulo, um automóvel Lamborghini Aventador Roadster 2014 aparece em 5° lugar entre os maiores devedores de IPVA. O esportivo italiano pertence ao senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PROS-AL). Os seus débitos entre os anos de 2016 e 2021 totalizam em R$ 1.235.222,61. As informações são do UOL.

Essa não é a primeira vez que o veículo aparece nos noticiários. Durante a Operação Lava Jato, em 2015, os policiais federais apreenderam o carro na residência de Collor em Brasília (DF). Os agentes suspeitaram que o esportivo, assim como uma Ferrari 458 Italia 2011 e um Porsche Panamera 2012, fosse fruto de práticas criminosas.

No entanto, os carros foram devolvidos ao senador após uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

Contudo, os problemas envolvendo o Lamborghini continuaram. Em novembro de 2016, o banco Bradesco solicitou na Justiça que o carro fosse apreendido devido a parcelas do financiamento que estavam atrasadas. Porém Fernando Collor realizou um acordo e conseguiu permanecer com o veículo.

Licenciamento

Com o IPVA atrasado desde 2016, o esportivo não pode ser licenciado e, por isso, não pode andar em vias públicas.

Por caus

a disso, a empresa na qual Collor é sócio, a Água Branca Participações – que financiou cerca de 50% do valor do carro -, foi incluída no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (Cadin Estadual).

Desse modo, os débitos passaram a ser administrados pela Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (PGE-SP), que publicou em seu site que o IPVA de 2019 foi dividido em dez parcelas de aproximadamente R$ 15 mil, as três primeiras já foram pagas.

Ao ser questionada, a assessoria de imprensa de Fernando Collor não se pronunciou sobre o assunto.

Istoé 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui