A Justiça paraibana determinou o sequestro de bens dos envolvidos na Operação Calvário, totalizando R$ 20 milhões. A decisão foi tomada pelo juiz José Guedes Cavalcanti Neto, que atendeu pedido feito pelo Gaeco, do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Do montante bloqueado, R$ 6,5 milhões são do ex-governador Ricardo Coutinho; R$ 6,5 do ex-secretário Waldson de Souza, meio milhão do ex-senador Ney Suassuna; meio milhão de Fabrício Suassuna, filho de Ney Suassuna; meio milhão de Aracilba Rocha; e R$ 1,088 do ex-procurador Gilberto Carneiro; R$ 2, 5 milhões de Edmon Gomes da Silva Filho; R$ 2,9 milhões de Saulo de Avelar Esteves e R$ 1,088 milhão de Sidney da Silva Schimid.

 

Confira decisão da Cautelar-MP

ParlamentoPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui