A zebra começou a passear na Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, com direito a muita polêmica, a vítima foi o Sport. Diante da Juazeirense, no sertão baiano, o Leão da Ilha do Retiro foi surpreendido, levou a virada e, por conta de um dano irreversível em um dos geradores do estádio, viu o duelo ser encerrado cerca de seis minutos antes do previsto: 3 a 2.

O placar, a princípio, deve garantir a equipe de Juazeiro do Norte na segunda fase da competição, além de faturar a ‘bagatela’ de R$ 675 mil em premiação pela classificação. O resultado final, porém, sairá dos tribunais.  O jogo A Juazeirense foi valente desde o primeiro minuto, de forma literal.

No primeiro giro do relógio, o time da casa abriu o placar no sertão baiano. Clébson cobrou falta de longe, Luan Polli deu rebote e Kesley completou para o fundo das redes. O Sport reagiu rapidamente e foi buscar a virada. Aos nove, Patric foi derrubado na área. Pênalti. Na cobrança, Ronaldo Henrique bateu com categoria e empatou. Pouco depois, Sander roubou bola no ataque e finalizou na trave.

Na sobra, Mikael colocou o Leão em vantagem. Em vantagem, o time comandado por Jair Ventura diminuiu o ritmo rapidamente e passou a controlar a posse de bola no meio campo, administrando o resultado.

Na volta do intervalo, assim como foi no início de partida, a Juazeirense se lançou para o ataque e empatou a partida. Após boa jogada pela direita, a bola foi levantada na área pernambucana e Clébson testou firme para o gol: 2 a 2. O Cancão se animou com a igualdade e foi em busca da classificação.

Acuado, o Sport sentiu falta de seus jogadores mais experientes e viu o pior acontecer. Aos 22, Dedé subiu no terceiro andar e, de cabeça, decretou a virada para os donos da casa. Nos minutos finais, aconteceu de tudo em Juazeiro.

As bolas e os gandulas sumiram, o sistema de irrigação do estádio começou a funcionar, a ambulância entrou em campo de forma desenfreada e os refletores apagaram por completo por mais de uma hora.

Depois de uma interminável espera, com a notícia de que a iluminação não voltaria em sua plenitude, o árbitro encerrou a partida a cinco minutos do término do confronto.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui