Kalliny Trevisan Maia foi sequestrada por volta das 8h20 da manhã de segunda-feira, quando chegava ao trabalho, em Cotia, Grande São Paulo – Reprodução
Uma jovem foi resgatada após passar oito horas como refém e sofrer estupro em Cotia, na Região Metropolitana de São Paulo, na segunda-feira. Em entrevista ao programa “Cidade Alerta” da TV Record Kallinny Trevisan Maia desabafou: “Hoje fui eu e amanhã ninguém sabe quem vai ser. Até quando? Até quando os homens vão fazer isso com a gente?”.
A polícia prendeu o suspeito, que teria abusado de outra mulher há 19 anos e tinha antecedentes. Ele responderá por sequestro, cárcere privado e abuso sexual.
O homem monitorou a rotina de Kallinny e verificou onde ela estacionava o carro, calculando os pontos cegos das câmeras de vigilância. Ele a abordou e colocou em seu veículo rapidamente, quando a modelo chegava ao trabalho, um laboratório de produtos naturais. Ela conseguiu gritar e foi ouvida por um segurança que reconheceu sua voz e acionou a polícia.
Kallinny foi encontrada oito horas depois no porta-malas do carro dirigido pelo suspeito. Ela estava com arranhões no pescoço e um ferimento na boca.
O Dia 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui