Cidadãos da capital cearense precisam gastar R$ 657 para comprar um kit completo

 Fortaleza, Natal, João Pessoa e Recife lideram a alta no preço da cesta básica pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socieconômicos) no mês de junho.

Continua depois da publicidade

Salvador e Aracaju também compõem o grupo de seis das noves capitais brasileiras que registraram alta na cesta de alimentos no período. As três únicas capitais fora do Nordeste a registrarem alta foram Rio de Janeiro, Belém e Brasília.

Em Fortaleza, a cesta básica ficou 4,54% mais cara entre maio e junho. Atualmente os cidadãos da capital cearense precisam gastar R$ 657 para comprar um kit completo, enquanto, em maio precisavam de R$ 628,46. Em 2022, o produto já acumula alta de 13,46% e nos últimos 12 meses, 21,30%.

ClickPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui