João Almeida (Solidariedade), candidato a prefeito de João Pessoa, em entrevista na CBN João Pessoa — Foto: Diogo Almeida/G1

O policial rodoviário federal João Almeida (Solidariedade), candidato à Prefeitura de João Pessoa, prometeu zerar o número de roubos e furtos de veículos na capital paraibana em quatro meses, com o uso de tecnologia, por meio das câmeras. A declaração aconteceu durante entrevista à rádio CBN Paraíba, nesta segunda-feira (19). “Tem que colocar mais câmeras, claro, acompanhando em tempo real, com reconhecimento facial. Eu vou sim instalar em João Pessoa. Eu quero uma João Pessoa onde as pessoas possam circular na cidade, pontuando todos os pontos críticos da cidade”, disse.

No primeiro bloco, o candidato explicou que quer ser prefeito por perceber, após 16 anos como vereador e durante a pandemia, que existe desigualdade social. “Eu vi algumas coisas que a gente não percebe em outros momentos da vida. Vi meu filho assistir aula todos os dias em casa, enquanto outros meninos não assistiam aula. Isso não é justo. Eu também não conseguia escolher meu próprio candidato,” declarou.

Ele falou ainda sobre a questão da saúde, explicando que vai reduzir as filas nos hospitais por meio da tecnologia. “Eu acho muito difícil uma família não ter um celular hoje. Conheço famílias que não têm internet em casa, mas celular ela tem. Já existe, em muitos locais, o prontuário eletrônico. As pessoas precisam ter um histórico da saúde eletrônico. Não se instala porque não dá para roubar, mas as cooperativas médicas estão aí, que podem fazer uma força tarefa e acabar com as filas”, disse.

Sobre a educação, o candidato fala que pretende ampliar os anos de ensino bilíngue e que quer modernizar o ensino, para reduzir a evasão escolar. “A escola bilíngue, por exemplo, vai do primeiro ao nono ano. Ser humano nenhum aprende uma nova língua com apenas dois anos, no ensino fundamental. Temos que ter ensino de youtubers, elaboração de softwares, temos que ter robótica nas escolas, isso atrai a criança moderna”, disse.

No segundo bloco, o candidato falou sobre equipar João Pessoa com mais câmeras de segurança, para zerar o número de roubos e furtos de veículos. “Primeiro temos que tratar as coisas de forma sistêmica. As câmeras de João Pessoa hoje são apenas para multar”, disse.

Ao falar sobre habitação, o candidato elogiou o governo atual do município, mas adiantou uma proposta que ele tem. “Se aumentar um pouco o ritmo e implantar em João Pessoa a política do empoderamento do síndico, acaba o problema habitacional”, relatou.

João ainda falou que a resolução do problema da habitação também impacta no turismo. “A habitação também vai resolver o problema do turismo, no Centro Histórico, por exemplo. O déficit habitacional de João Pessoa, olhando três vezes mais, é de R$ 70 mil, o real é de em torno e R$ 25 mil”, explicou.

O candidato detalhou, então, as propostas para o Centro Histórico, no contexto da habitação e turismo. “No Centro Histórico eu vou colocar comércio embaixo e moradia em cima. É uma proposta também para geração de emprego e renda. Se tiver gente morando ali, a gente precisa fomentar para que o turista venha. Tem que vender João Pessoa para fora da cidade para que o turista venha usufruir o que temos de melhor, o gringo adora viver isso”, relata.

João Almeida (Solidariedade), candidato a prefeito de João Pessoa, no estúdio da CBN João Pessoa — Foto: Diogo Almeida/G1

João Almeida (Solidariedade), candidato a prefeito de João Pessoa, no estúdio da CBN João Pessoa — Foto: Diogo Almeida/G1

A ordem dos candidatos na sabatina foi definida por sorteio, com as equipes de campanha. Todos os entrevistados têm 30 minutos para falar de projetos, experiência administrativa e planos que pretendem colocar em prática.

Veja a ordem dos candidatos:

  • Dia 13/10/20 – Edilma Freire (PV)
  • Dia 14/10/20 – Nilvan Ferreira (MDB)
  • Dia 15/10/20 – Anísio Maia (PT)
  • Dia 16/10/20 – Ítalo Guedes (Psol)
  • Dia 19/10/20 – João Almeida (SD)
  • Dia 20/10/20 – Carlos Monteiro (Rede)
  • Dia 21/10/20 – Cícero Lucena (PP)
  • Dia 22/10/20 – Raoni Mendes (DEM)
  • Dia 23/10/20 – Wallber Virgolino (Patriota)
  • Dia 26/10/20 – Rama Dantas (PSTU)
  • Dia 27/10/20 – Rafael Freire (UP)
  • Dia 28/10/20 – Camilo Duarte (PCO)
  • Dia 29/10/20 – Ricardo Coutinho (PSB)
  • Dia 30/10/20 – Ruy Carneiro (PSDB)

A entrevista é ancorada pela jornalista Carla Visani e conta com a participação dos também jornalistas Suetoni Souto Maior, da CBN, e Laerte Cerqueira, da TV Cabo Branco. O conteúdo foi transmitido pela rádio e exibido em vídeo no Youtube, acessível por meio do Jornal da Paraíba. O áudio fica disponibilizado, ainda, no site da CBN Paraíba.

Os ouvintes podem participar mandando perguntas para a produção, através do WhatsApp (83 8132-4088).

G1PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui