Jackson Macêdo diz que carreatas contra Bolsonaro em todo o país são o primeiro passo “para a agenda do impeachment”

Durante participação do PT na carreata que pedia o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, que aconteceu nesse sábado (23) em João Pessoa, o presidente da sigla na Paraíba, Jackson Macêdo, falou sobre as medidas de combate à pandemia da covid-19 que Bolsonaro tem tomado, que segundo os manifestantes são insatisfatórias e ainda cobrou a manutenção do auxílio emergencial.

“O Ministério da Saúde não apresenta uma alternativa de enfretamento à crise. O fim do auxílio emergencial. Todo mundo sabe que Bolsonaro não queria o auxílio emergencial. O auxílio foi aprovado pela oposição que pressionou o Congresso Nacional. O fim desse auxílio vai aumentar e muito a taxa de desemprego no Brasil, a economia não vai girar. Vamos entrar agora em 2021 em uma crise tremenda de economia e o resultado disso é o desemprego e a volta da fome nosso país”, disse.

Os protestos ainda segundo Jackson devem continuar em todo o país.

“Sabemos do problema dessa pandemia, mas temos que continuar nas ruas, lutando contra esse governo. A agenda do impeachment vai começar agora, a pressão em cima de Rodrigo Maia”, concluiu.

PB Agora

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *