Hospital de campanha foi montando em abril para receber pacientes infectados pelo coronavírus na Paraíba — Foto: Divulgação/Secom-PB

O Hospital Solidário, a unidade de saúde de campanha montada no estacionamento do Hospital Metropolitano de Santa Rita, recebeu os primeiros pacientes com Covid-19 no sábado (2). Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES), quatro pacientes foram transferidos para o hospital de campanha, montado exclusivamente para tratar pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) em quadro clínico moderado.

A unidade oferece 130 leitos, podendo chegar a 200, caso haja necessidade, e contará com 780 funcionários que passarão por treinamentos e simulações. A montagem do hospital de campanha teve início no dia 1° de abril e foi entregue às autoridades de Saúde no dia 20 de abril.

O uso do Hospital Solidário para pacientes com a Covid-19 reflete o aumento da ocupação dos leitos exclusivos para tratamento de infectados pelo coronavírus na Paraíba. De acordo com plataforma do Governo da Paraíba, Gestão de Leitos Covid-19, o estado tinha 30% do total de 596 leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados até este domingo (3).

Hospital de Campanha foi construído em Santa Rita e começou a funcionar dia 20 de abril — Foto: Divulgação/Secom-PBHospital de Campanha foi construído em Santa Rita e começou a funcionar dia 20 de abril — Foto: Divulgação/Secom-PB

Hospital de Campanha foi construído em Santa Rita e começou a funcionar dia 20 de abril — Foto: Divulgação/Secom-PB

Conforme os dados disponíveis na plataforma, divididos em enfermaria e UTI, cerca de 22% dos 425 leitos de enfermaria para Covid-19 foram ocupados e 49% dos 171 leitos de UTI também estão ocupados por pacientes com coronavírus.

A Paraíba tem registrado um aumento veloz no número de casos confirmados de coronavírus. No sábado (2), o estado alcançou 1.169 pessoas infectadas pelo vírus e 76 mortes. Somente em 15 dias, o número de casos aumentou 404%, saindo de 205 casos confirmados para 1.034 entre 18 de abril e 1° de maio. O número de mortes também cresceu, cerca de 164%, passando no mesmo período de 28 para 74 mortes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui