Em pouco mais de 20 dias da última ampliação realizada no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), exclusivos no tratamento da Covid-19, a instituição ampliou, na manhã desta quinta-feira (25), sua capacidade em mais 10 leitos e soma 88 leitos, sendo 57 de UTI.

Para prestar assistência adequada aos pacientes, o coordenador médico da nova UTI Covid, Thiago Lisboa, esclareceu que é necessário uma equipe especializada. “É de extrema relevância uma equipe capacitada para atender a complexidade do tratamento que a doença exige. Estamos nos esforçando diariamente para prestar a melhor assistência, porque não se trata apenas de equipamentos sofisticados. A complexidade se amplia por necessitarmos de uma equipe médica e multidisciplinar com experiência em medicina intensiva e cuidados intensivos”, declarou o médico.

“Temos nos esforçado constantemente para enfrentar essa pandemia ofertando cuidado a quem mais precisa, porém não é possível manter um número ilimitado de leitos hospitalares; é preciso que a população faça a sua parte e nos ajude para minimizar os efeitos da alta taxa de contaminação do Coronavírus”, ressaltou o diretor geral do Hospital Metropolitano, Antônio Pedrosa.

Nesta semana, o secretário executivo de Saúde, Daniel Beltrammi, pediu a população ações de preservação à vida, pois o momento atual é de cautela. “Precisamos nos resguardar com os cuidados já exaustivamente falados: uso de máscara, lavagem das mãos, distanciamento social e sem aglomerações para que possamos diminuir a circulação do vírus e demanda por internações”, disse.

Seguindo o Plano de contingência do Governo do Estado, o Hospital Metropolitano segue ampliando a capacidade de resposta para atendimento dos casos graves da Covid-19. O preenchimento dos leitos ocorre por meio da Central de Regulação da Secretaria de Saúde do Estado.

Paraíba Urgente 

Confira a matéria no Portal do Governo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui