Teve bom futebol, teve drama e teve jogaço em Amsterdã. Apesar de a Ucrânia ter dado trabalho, se recuperando após levar 2 a 0, a Holanda contou com a partidaça de Dumfries para estrear na Eurocopa com vitória: 3 a 2.

Com três pontos, a Laranja iguala na pontuação a Áustria, que mais cedo venceu a estreante Macedônia, por 3 a 1, e fica na frente pelo melhor saldo de gols.

Wijnaldum comanda a Holanda A Ucrânia pressionou em bloco médio, às vezes alto, o que deu a chance de a Holanda levar perigo em uma transição em velocidade logo no começo da partida. Memphis Depay fez bela jogada e finalizou no canto, mas Bushchan se jogou para espalmar.  Pouco depois, Bushchan voltou a ser protagonista.

Wijnaldum abriu bola na área com o lateral Dumfries, mas o goleiro fechou bem o gol para afastar a bola. No lance seguinte, Dumfries fez o cruzamento e Wijnaldum chutou por cima.

A pressão inicial dos holandeses se mostrou infrutífera. Após se segurar na defesa nos primeiros movimentos, a seleção ucraniana conseguiu respirar, com mais bola no pé.  Com os períodos mais longos de posse dos ucranianos, o jogo caiu um pouco de ritmo.

A Laranja só voltou a finalizar na área aos 38 minutos, e Bushchan fez outra defesaça em arremate forte de Wijnaldum.  Wijnaldum, centralizado, e Dumfries, atacando sempre o flanco direito, foram os holandeses mais perigosos do primeiro tempo.

O lateral ainda teve outra chance de marcar na pequena área, livre, mas cabeceou torto.  Ucrânia tenta reagir, mas Dumfries não deixa No segundo tempo, os protagonistas holandeses seguiram os mesmos: Dumfries na direita, Wijnaldum pelo meio. Até que, enfim, Bushchan vacilou.

O goleiro soltou cruzamento de Dumfries e Wijnaldum, no rebote, mandou para dentro de canhota.  Ainda aos 14 minutos, Dumfries, o pesadelo ucraniano no domingo, avançou mais uma vez na área, dividiu com a defesa e depois viu a bola sobrar para o chute de Weghorst.

Apesar da reclamação dos ucranianos, de falta ou impedimento de Dumfries, o gol foi validado.  A Ucrânia ainda deu sinal de vida com um golaço. Yarmolenko acertou um belíssimo chute de fora da área e encobriu Stekelenburg para descontar. O jogo mudou de cara.  De uma hora para outra, a seleção ucraniana apareceu para jogo.

Aos 34, Malinovskyi cobrou falta na área e Yaremchuk apareceu para deixar tudo igual de cabeça.  Quando a situação ia se complicando para os donos da casa, Dumfries voltou a ser decisivo. Aké cruzou da canhota e o lateral direito ganhou de Zinchenko para marcar de cabeça. Foi mais tenso do que parecia ser, mas a Holanda venceu.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui