32 jogos depois, o Bayern de Munique soube o que é perder uma partida, e pela primeira vez sob o comando de Flick. Na PreZero Arena, os bávaros acabaram goleados pelo Hoffenheim, por 4 a 1.  Com o surpreendente placar, o Hoffenheim assume a liderança da Bundesliga, com duas vitórias em dois jogos. Com três pontos, o Bayern está em sexto.

A queda do gigante O início de jogo foi absolutamente inacreditável. Depois de Zirkzee acertar o primeiro chute no alvo da partida aos 14 minutos, Geiger cobrou escanteio na área e Bičakčić abriu o placar de cabeça.  Aos 24 minutos, uma falha de Pavard comprometeu o jogo do Bayern. Dabbur aproveitou, avançou e tirou de Neuer para colocar mais um na conta do Hoffenheim.

A vantagem quase ficou maior aos 30, em chute perigoso de Baumgartner. Aos 34, Kramaric também teve oportunidade, mas não pegou bem na bola e parou em Neuer.  Os bávaros conseguiram reagir com o toque de categoria de Kimmich. Müller ajeitou para o novo camisa 6 do time, que bateu com muita categoria para descontar.

Os donos da casa não sentiram o golpe e seguiram em cima. Kramaric quase recolocou a vantagem em dois gols em chute que parou em Neuer e ainda acertou o poste.  Hoffenheim faz história O segundo tempo continuou insano. Dabbur colocou Neuer para trabalhar de um lado, enquanto Zirkzee acertou bola na trave do outro.

Nada estava resolvido.  O Bayern foi aumentando a pressão com domínio territorial. Diante de um rival bem fechado, o time de Flick apostou cada vez mais em cruzamentos na área.

O Hoffenheim seguiu perigoso em contragolpes. Neuer fez uma grande defesa em chute de Skov. Pouco depois, porém, não houve jeito: Kramaric teve liberdade para fazer o 3 a 1.

A invencibilidade bávara teve um fim com goleada. Já nos acréscimos, Bebou acabou derrubado por Neuer na área e Kramaric marcou mais um para fechar a conta em 4 a 1, a maior vitória do Hoffenheim em cima do Bayern na história!

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui