Hernán Crespo não é mais técnico do São Paulo. De acordo com nota publicada em seu site oficial, o técnico argentino deixou o clube em comum acordo após ter sido eliminado da Libertadores, da Copa do Brasil e não ter feito o time engrenar no Campeonato Brasileiro.

Crespo chegou ao São Paulo no começo da temporada e ajudou o Tricolor a sair de uma fila de nove anos, conquistando o Campeonato Paulista. Depois, no entanto, não conseguiu fazer a equipe engrenar. Foi eliminado da Copa do Brasil, da Libertadores e faz campanha irregular no Campeonato Brasileiro, deixando o time na 13ª posição, com 30 pontos, seis vitórias, 12 empates e sete derrotas.

No total, Crespo comandou o São Paulo em 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, aproveitamento de 57,23% dos pontos.

Confira a nota publicada pelo São Paulo:

O São Paulo Futebol Clube informa que Hernán Crespo deixa o comando técnico da equipe nesta quarta-feira (13). A decisão foi tomada em comum acordo após conversa entre o treinador e a diretoria do Tricolor. Também deixam o Clube Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), que chegaram ao Tricolor junto com o treinador.

Ao longo de oito meses, Crespo dirigiu a equipe na conquista do Campeonato Paulista e trabalhou em 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, aproveitamento de 57,23% dos pontos. . O time ainda foi comandado em outros quatro jogos pelo auxiliar Juan Branda, quando o argentino se recuperava de Covid-19.

O São Paulo agradece aos profissionais pelo trabalho e pela dedicação demonstrados durante todo o período em que defenderam nossas cores, e pela conquista do título do Estadual, triunfo esse que não era obtido desde 2005. De imediato, o Clube abrirá um processo de busca no mercado pelo novo treinador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui