Mesmo com a vantagem conquistada no Equador, o Grêmio foi eliminado da Copa Sul-Americana. O Tricolor até abriu o placar, mas tomou a virada e perdeu para a LDU por 2 a 1, dentro de casa. Diego Souza e Alcívar (2x) marcaram os gols do jogo.

O Tricolor que tinha a melhor campanha geral do torneio ficou nas oitavas de final. Já a LDU avança para a próxima fase pelo critério do gol fora de casa e irá enfrentar o vencedor do duelo entre Athletico Paranaense e América de Cali.

Tricolor se defende A LDU que precisava do resultado, mas o Grêmio a equipe a chegar ao ataque pela primeira vez. Aos 8, após cruzamento na área, o goleiro Gabbarini não saiu bem, Alisson conseguiu antecipar, mas cara a cara, deixou a bola escapar e não finalizou.

A equipe equatoriana então passou a ficar mais com a bola, enquanto o Tricolor manteve uma postura defensiva. A LDU mantinha a bola, mas pouco conseguia passar da intermediária ofensiva. O Grêmio bem postado tinha em Léo Pereira e Alisson as suas válvulas de escape. A estratégia foi eficiente.

Aos 23, Alisson cruzou na medida, Diego Souza subiu bem e cabeceou melhor ainda para colocar o Tricolor na frente. O Grêmio seguiu com a partida controlada mesmo ficando menos com a bola.

No contra-ataque teve a chance de ampliar, quando Jean Pyerre deu ótimo passe para Bruno Cortez, que poderia avançar com liberdade, mas perdeu o tempo da bola e chutou em um marcador.  Na reta final da primeira etapa, as coisas ficaram mais complicadas.

A LDU começou a achar o caminho da área e fez os zagueiros gremistas trabalharem. Aos 39, Alcívar bateu da entrada da área e Gabriel Chapecó fez excelente defesa. Mas aos 44, não teve jeito. Após cruzamento da direita, Alcívar invadiu a área e empatou o jogo em uma cabeçada indefensável.

Virada da LDU Com dois minutos, Léo Pereira perdeu um gol incrível. Com ótimo passe, Alisson deixou o atacante cara a cara com o goleiro, mas ele demorou para definir e desperdiçou. A punição não demorou a acontecer.

Aos 5, Fernando Henrique derrubou Jhojan Júlio na área. Após análise na cabine do VAR, o pênalti foi assinalado. Alcívar foi para a cobrança e não desperdiçou. LDU na frente.  O gol mudou toda a dinâmica do jogo, já que o 2 a 1 classificaria a LDU pelo critério do gol fora de casa.

Com isso, o Grêmio passou a jogar inteiro no campo de ataque, com a equipe equatoriana recuada e buscando o contra-ataque. O Tricolor, no entanto, encontrou muitas dificuldades na criação.

Foi uma blitz do Grêmio em boa parte do tempo, mas faltou construir uma chance clara. Lance perigoso do Tricolor só em cruzamento de Vanderson que Diego Souza não cabeceou em cheio. A LDU ainda assustou na bola parada, em chute direto que Chapecó espalmou.

Os últimos minutos foram de pressão do Grêmio e de muito esforço de uma LDU que se defendeu bastante. Mesmo cercando a área, alçando bola aéreas, o Tricolor só conseguiu finalizar em chute de Bobsin que bateu na zaga e saiu ao lado do gol. Não deu para o Imortal, que amarga mais um péssimo resultado na temporada.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui