Campeonato Holandês e atacantes brasileiros: esse é um casamento que costuma dar certo, como mostra a história ao longo dos anos. Os mesmos campos onde Romário e Ronaldo já mostraram a potência ofensiva do país, hoje são de Danilo Pereira, vice-líder em participação de gols na elite holandesa.

Danilo, de 21 anos, nunca chegou a jogar profissionalmente no Brasil e se transferiu para o Ajax em 2017, depois de uma passagem pela categoria de base do Santos. Destaque no time B, o atacante estreou na liga no final da última temporada, mas acabou trocando o clube de Amsterdam pelo Twente, onde joga hoje por empréstimo, com objetivo de ganhar mais minutos entre os profissionais.

Apesar de apenas cinco rodadas decorridas no Campeonato Holandês, não é demais falar que Danilo Pereira é um dos principais destaques da liga. O brasileiro já balançou as redes em quatro oportunidades e fez três assistências, o que o coloca como segundo jogador que mais participou em gols até aqui.

Apenas o holandês Steven Berghuis, que tem seis gols e duas assistências, contribuiu mais. Mas quem é e como joga Danilo Pereira? Essa é a pergunta que quem ainda não havia ouvido falar do atacante deve estar se fazendo. Em setembro de 2019, quando ainda se destacava pela base do Ajax, o atacante se apresentou ao público, em entrevista a oGol.

”Sou um centroavante que gosta de receber a bola, fazer um-dois e receber na frente, fazendo infiltração. A parte da infiltração eu aprendi aqui, porque jogo mais de ponta. Eles pedem para eu correr nas costas dos zagueiros, para receber a bola sem marcação. Quando jogo de centroavante, eu gosto de buscar a bola no meio de campo e tabelar porque assim, vai ter um jogador livre”, declarou.

Neste momento, o Twente de Danilo ocupa a quinta posição do Campeonato Holandês, início animador para o clube, que na temporada passada flertou contra o rebaixamento.

Com baixa média de idade (22 anos) e elenco montado a base de empréstimos de jovens talentos de outros clubes, o Twente se mostra com um ambiente ideal para que o brasileiro siga ganhando espaço e balançando as redes e, quem sabe, sonhando como tantos outros brasileiros fizeram sonhar na Holanda.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui