Foto: Ascom

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – O Goiás segurou o Atlético-GO na noite desta segunda-feira (7), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, e venceu por 1 a 0 com gol de Rafael Moura.

Neste Brasileirão, esta é apenas a quarta vitória do Goiás, que vai aos 19 pontos mas segue na lanterna. O Atlético-GO tem 28 pontos e ocupa o 15º lugar, dois acima do Vasco da Gama, que abre a zona de rebaixamento com 24 pontos -mas com um jogo a menos.

Na próxima rodada, a 25ª do Brasileirão, o Atlético-GO visita o Ceará às 21 horas (de Brasília) desde sábado (12). Dois dias depois o Goiás recebe o Grêmio no Estádio da Serrinha às 20 horas.

O JOGO
Por quase meia hora o Atlético-GO comandou o ritmo do jogo e parecia mais pronto para sair na frente, mas quem abriu o placar foi o Goiás. A jogada foi até meio estranha, que partiu de um arremesso lateral: Rafael Moura tocou atrás e correu para dentro da área enquanto a bola era cruzada para lá; depois de uma ajeitada, o próprio centroavante mandou para dentro.

O Goiás chegou a ampliar o placar no comecinho do segundo tempo, mas o gol de cobertura de Fernandão acabou anulado pelo VAR -por impedimento. O Atlético-GO respondeu, intensificou os ataques e só não empatou porque Tadeu fez grande defesa após chute forte de Chico.

A pressão rubro-negra seguiu até o final, mas sem sucesso. O lance mais perigoso foi aos 43, quando Zé Roberto aproveitou rebote da zaga e mandou na trave direita de Tadeu. No fim, o Goiás segurou a vitória.

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, João Victor, Éder, Nicolas; Willian Maranhão, Matheus Vargas; Janderson, Gustavo Ferrareis, Chico, Zé Roberto. T.: Marcelo Cabo.

GOIÁS: Tadeu; Heron, Fabio Sanches, David Duarte, Jefferson; Ariel Cabral, Shaylon, Breno, Miguel Figueira; Rafael Moura, Fernandão. T.: Augusto César.

Local: Antônio Accioly, Goiânia-G
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Michael Correia e Luiz Claudio Regazon
Cartões amarelos: Arnaldo, Willian Maranhão e Dudu (Atlético-GO); Heron, Ariel Cabral e Fabio Sanches (Goiás)
Gol: Rafael Moura, aos 26 minutos do primeiro tempo.

Folhapress

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui