Após a executiva nacional do PSB aprovar a possibilidade de Federação com o Partido dos Trabalhadores (PT), o presidente estadual do PSB, Gervásio Maia, voltou a se reunir com a bancada federal da sigla e ratificou a decisão.

Para Gervásio Maia, a prioridade é formar uma frente ampla de esquerda contra a gestão de Bolsonaro. Já no que diz respeito ao cenário político paraibano, Gervásio não confirmou e nem descartou aliança com o Cidadania, legenda do governador João Azevêdo.

Caso a Federação PSB/PT aconteça, a possibilidade de alinhamento do PSB com o governador já nasce ameaçada, diante da afirmação do presidente estadual do PT, Jackson Macedo, de que a sigla estará na oposição a João.

Leia também:
PT manda recado para integrantes de partidos que irão compor federação com sigla na Paraíba: “É um projeto de oposição”

– Primeiro, nós precisamos saber se a Federação vai ou não ocorrer. Caso a Federação avance, é preciso que se construa critérios muito objetivos em relação ao conjunto, envolvendo estados e municípios.

O deputado lembrou que a Federação não será apenas para a eleição, mas sim por quatros anos, desta forma, segundo Gervásio, “tudo precisa ser colocado previamente para evitar desencontros, inclusive nas eleições de 2024”, alertou.

Confira fala do líder do PT na Paraíba:

– A gente está com uma discussão sobre a federação partidária e se ela realmente se consolidar PT, PSB e PCdoB vai estar na oposição na Paraíba, e vamos sinalizar claramente aos integrantes dessa federação que as conversas que pelos diálogos que nós estamos tendo, essa federação na Paraíba vai estar na oposição, então nós vamos cobrar responsabilidade inclusive. Quem desejar ficar nos partidos da composição da federação saiba que é um projeto de oposição na Paraíba.

PB Agora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui