Foto: Matt Dunbar / World Surf League via Getty Images

Três anos após se tornar o primeiro brasileiro bicampeão mundial de surfe profissional, Gabriel Medina agora pode se orgulhar de ser o único tricampeão do país na história. O feito foi atingido nesta terça-feira, em Trestles, nos Estados Unidos, onde venceu o companheiro Filipe Toledo na bateria decisiva por 2 a 0 (16.30 a 15.33 e 17.53 a 16.36) e garantiu o título — repetindo os feitos de 2014 e 2018.

Medina estava a apenas duas baterias de ser tricampeão mundial. Líder do circuito, o brasileiro tinha vaga garantida na grande decisão do WSL Finals, a última etapa da temporada. Após sete etapas ao longo de 2020-21, o torneio reuniu os cinco primeiros do ranking. Na ocasião, teve que esperar as outras eliminatórias até conhecer — e vencer — Filipe Toledo, seu adversário na decisão.

A etapa chegou a ser interrompida por causa da presença de um tubarão. De acordo com a organização, o animal tinha cerca de 1,80m de comprimento. Durante a pausa toda a área de competição foi vasculhada para garantir que o animal já não está mais no local.

O tricampeonato permite que Gabriel Medina possa se sentar na mesma mesa em que outras três lendas do esporte: o australiano Mick Fanning, campeão em 2007, 2009 e 2013, o havaiano Andy Irons, vencedor em 2002, 2003 e 2004, e o norte-americano Tom Curren, que ficou com o título em 1985/86, 1986/87 e 1990.

Medina está a um título de igualar o australiano Mark Richards, o segundo maior vencedor do Circuito Mundial de surfe, que conquistou o tetracampeonato em 1979, 1980, 1981 e 1982. O maior vencedor da história é o norte-americano Kelly Slater, que tem 11 conquistas.

Medina também conquistou o título mundial em 2018 antes mesmo de vencer o Billabong Pipe Master, etapa havaiana do circuito mundial. Ainda durante a semifinal, o paulista superou o sul-africano Jordy Smith por 16.27 contra 15.83 pontos. Com isso, ele eliminou antecipadamente as chances do australiano Julian Wilson, segundo lugar no ranking, de ultrapassá-lo.

Natural da praia de Maresias, no litoral paulista, Medina venceu seu primeiro título mundial em 19 de dezembro de 2014, também no Havaí.

Extra 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui