247 – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que em diversas ocasiões defendeu a continuação da Operação Lava Jato mesmo após revelações das ilegalidades cometidas por sua força-tarefa e Sergio Moro, afirmou em conversas reservadas que o fim da operação seria uma “vergonha nacional”.

Segundo a coluna Radar, da Veja, o ministro disse a aliados, após ser questionado sobre o risco de toda a Lava Jato ser anulada pela Corte: “Não quero nem pensar nisso. Um absurdo. Uma vergonha nacional. O respeito ao STF vai para o esgoto”.

Em 2019, foram vazados diálogos que comprovam a posição de Fux como um defensor da operação. O ex-juiz Sergio Moro foi autor da famosa declaração “In Fux we trust”.

Em novembro do ano passado, Fux afirmou também que “não permitirá que haja a desconstrução da operação Lava Jato”.

Brasil 247

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui