Quanto mais Bolsonaro taca fogo na Amazônia, mais isolado fica o Brasil.

Sua cobiça pelas terras demarcadas pelas riquezas que escondem, estão levando o país a um boicote internacional.

Entre janeiro e agosto deste ano, US$ 15,2 bilhões deixaram o Brasil. Esse é o maior volume para o período desde 1982.

Os investidores estrangeiros retiraram R$ 87,3 bilhões da Bolsa brasileira entre janeiro e setembro de 2020. Trata-se de um volume corresponde a quase o dobro dos R$ 44,5 bilhões que saíram durante todo o ano passado inteiro.

Bolsonaro é a própria porta de saída dos dólares do país. Seus ataques à Amazônia e aos índios, de quem ele não consegue esconder o ódio fecundo, vão custar cada vez mais caros para o Brasil.

A Postagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui