O deputado federal Frei Anastácio disse que o governo Bolsonaro aplicou mais um golpe contra a população, ao suspender a fabricação de 19 medicamentos que eram distribuídos gratuitamente à população. “Segundo denúncia da Folha de São Paulo, 30 milhões de pacientes com câncer e diabetes serão prejudicados com o fim da destruição desses remédios”, lamentou o deputado.

Frei Anastácio relatou que de acordo com a denúncia, os remédios deixarão de ser distribuídos pelo SUS, porque o Ministério da Saúde suspendeu os contratos com os laboratórios que fabricam por meio do projeto Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs).

“É lamentável essa medida tomada pelo governo federal, em plena pandemia. Mesmo que o Ministério da Saúde explique que é uma suspensão temporária, não dá para acreditar. Esses 30 milhões de pessoas não podem esperar, não podem interromper seus tratamentos. Essa é uma medida desumana e irresponsável do governo federal. As entidades que representam os pacientes já estão ajuizando ações na justiça contra esse ataque e têm todo meu apoio nessa luta”, afirmou o deputado.

O parlamentar lembrou que enquanto o governo faz um orçamento secreto para comprar apoio no Congresso, age dessa forma em relação às pessoas doentes que necessitam desses medicamentos. “As denúncias são de R$ 17 bilhões no orçamento secreto, para parlamentares da base de Bolsonaro e outros que o apoiam. Enquanto isso, o governo faz esse corte covarde na distribuição desses medicamentos e nega auxílio emergencial de R$ 600 para as pessoas que passam fome. É esse governo que o Brasil tem, lamentavelmente”, criticou.

Veja a lista de medicamentos cortados:

  1. Adalimumabe, Solução Injetável (40mg/0,8mL), produzido por TECPAR
  2. Adalimumabe, Solução Injetável (40mg/0,8mL), produzido por Butantan
  3. Bevacizumabe, Solução injetável (25mg/mL), produzido por TECPAR
  4. Etanercepte, Solução injetável (25mg; 50mg), produzido por TECPAR
  5. Everolimo, Comprimido (0,5mg; 0,75mg; 1mg), produzido por Farmanguinhos
  6. Gosserrelina, Implante Subcutâneo (3,6mg; 10,8mg), produzido por FURP
  7. Infliximabe, Pó para solução injetável frasco com 10mL (100mg), produzido por TECPAR
  8. Insulina (NPH e Regular), Suspensão injetável (100 UI/mL), produzido por FUNED
  9. Leuprorrelina, Pó para suspensão injetável (3,75mg; 11,25mg), produzido por FURP
  10. Rituximabe, Solução injetável frasco com 50mL (10mg/mL), produzido por TECPAR
  11. Sofosbuvir, Comprimido revestido (400mg), produzido por Farmanguinhos
  12. Trastuzumabe, Pó para solução injetável (150mg; 440mg), produzido por Butantan
  13. Cabergolina, Comprimido (0,5mg), produzido por Bahiafarma Farmanguinhos
  14. Insulina (NPH e Regular), Suspensão injetável (100 UI/mL), produzido por Bahiafarma
  15. Pramipexol, Comprimido (0,125mg; 0,25mg; 1mg), produzido por Farmanguinhos
  16. Sevelâmer, Comprimido (800mg), produzido por Bahiafarma Farmanguinhos
  17. Trastuzumabe, Pó para solução injetável (150mg), produzido por TECPAR
  18. Vacina Tetraviral, Pó para solução injetável, produzido por Bio-manguinhos
  19. Alfataliglicerase, Pó para solução injetável (200 U), produzido por Bio-manguinhos
  • ParlamentoPB

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui