Buscando dar um salto na tabela, o Fortaleza recebeu o Goiás, na Arena Castelão, nesta quinta-feira, mas ficou no empate. Com a bola rolando, o Tricolor martelou, viu Tadeu salvar os goianos e parou no 1 a 1. Com o resultado, o Leão do Pici chega a 29 pontos e vai pulando para a nona posição. Do outro lado, o Esmeraldino segue na lanterna, agora com 16.

Tricolor pressiona, cria chances, mas vê Goiás abrir o placar No início de partida, o Fortaleza aplicou uma forte pressão sobre o Goiás. Com um verdadeiro acampamento tricolor no campo de ataque, o time da casa foi rondando a área esmeraldina em busca de espaços para finalizar. Apesar de todo domínio territorial, a partida na Arena Castelão demorou a ter grandes lances.

O primeiro lance de perigo acabou sendo do time visitante, que abriu o placar. Aos 23, Miguel Figueira descolou lindo passe para Fernandão, que se projetou nas costas da defesa e tocou na saída de Felipe Alves: 1 a 0. A resposta do Leão do Pici demorou, mas veio. Tinga foi acionado pela direita, encarou a marcação e cruzou. Na pequena área, David pega mal na bola, e facilitou a defesa de Tadeu.

Nos minutos finais, o time de Marcelo Chamusca aumentou a voltagem e acumulou chances para empatar a partida. Na melhor e mais inacreditável delas, Felipe fez jogada pelo meio e forçou bola em Wellington Paulista. O centroavante tentou o domínio e acabou dando um passe para David, que, completamente livre, na marca do pênalti, mandou para fora. Incrível.

Com gol 100 de WP9 em Brasileiros, Leão arranca o empate Na volta do intervalo, o Fortaleza adotou uma postura ainda mais agressiva. Logo aos cinco, Romarinho fez bem a finta, abriu espaço e cruzou na área. David ficou com a bola, girou e bateu firme, obrigando Tadeu a mandar para escanteio. De tanto insistir, os cearenses chegaram ao empate.

Bruno Melo recebeu pela esquerda e cruzou para Wellington Paulista, que apenas escorou para as redes. Com o feito, Wellington Paulista chega a 100 gols em edições do Campeonato Brasileiro! Pouco depois, o Tricolor cearense chegou a virar, mas teve o gol anulado. WP9 recebeu na frente e rolou para Romarinho, que aproveitou a sobra e mandou no ângulo.

Seria um bonito gol, mas a arbitragem flagrou impedimento do camisa 9 no início da jogada. Nos minutos finais, o time da casa continuou pressionando. Yuri César, aos 37, parou em Tadeu e perdeu a última grande chance da partida. Fim de papo e tudo igual na Arena Castelão.

O Gol 

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui