O Relatório de Mercado Focus decidiu reduzir, nesta segunda-feira (11/05), a previsão sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do país para -4,11% neste ano.

Caso se confirme, a baixa será a maior desde 2015, quando a economia reduziu 3,8% em meio ao processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT). Em 2016, a queda foi de 3,6%.

Este é o 13º corte seguido aplicado pela Relatório Focus sobre o PIB do país. A queda na previsão é motivada pela crise causada pelo novo coronavírus.

O boletim, divulgado semanalmente pelo Banco Central (BC), é composto pela avaliação de agentes do mercado financeiro. Confira aqui a mais recente publicação.

Selic

O relatório também baixou para 2,5% ao ano a previsão sobre a taxa básica de juros, a Selic.

Na última quarta-feira (06/05), o Comitê de Política Monetária decidiu reduzir a Selic em 0,75 ponto percentual – de 3,75% para 3% ao ano.

Esse é o sétimo corte consecutivo da taxa no atual ciclo, após período de 16 meses de estabilidade. Com isso, a Selic está agora em um novo piso da série histórica do Copom, iniciada em junho de 1996.

As reuniões do Copom ocorrem periodicamente, a cada 45 dias. O próximo encontro está marcado para os dias 16 e 17 de junho.

Metrópoles 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui