Com gols de Yago Felipe e John Kennedy, ambos no segundo tempo, o Fluminense venceu o Boavista, em Bacaxá, por 2 a 0, para voltar ao G4 do Campeonato Carioca.  Com nove pontos, o Tricolor sobe ao terceiro lugar, atrás de Flamengo e Volta Redonda. O Verdão, com cinco, cai para nono lugar.  Chances divididas O início de muita posse de bola por parte do Fluminense disse pouco sobre o jogo.

O Boavista foi a primeira equipe a ameaçar. Elivelton fez grande lançamento para Jefferson Renan, que avançou após escorregão de Danilo Barcelos e finalizou para a defesa de Marcos Felipe.  A partida só ganhava velocidade nas estilingadas do Verdão. As muitas faltas no meio-campo, das duas partes, atrapalhavam a qualidade e a sequência das jogadas.

As melhores chances do primeiro tempo surgiram através de falhas. Do lado tricolor, Lucca ficou com sobra de bola na área após a zaga não conseguiu afastar e bateu no canto, mas Klever pegou.

A oportunidade dos donos da casa surgiu após um erro de Matheus Ferraz em domínio de bola. Vitor Feijão ficou com a sobra e acabou derrubado na área por Danilo Barcelos: a arbitragem marcou pênalti. Jean cobrou no canto, mas Marcos Felipe fez a defesa.

Mais eficiente, Flu vence O Fluminense conseguiu a vantagem logo no início do segundo tempo. Yago Felipe ficou com sobra de bola na entrada da área, buscou o chute e a bola ainda desviou em Douglas Pedroso para vencer Klever.

Com menos pressão nas costas, e mais espaço para jogar, o Tricolor quase marcou o segundo ainda aos 12 minutos. Gabriel Teixeira teve chance de arremate na área e chutou por cima do alvo. Aos 13, Michel Araújo parou em grande defesa de Klever.

O Boavista mostrou pouco poder de reação. Michel Douglas teve uma das poucas chances de empatar ao receber cruzamento da canhota, mas cabeceou para fora.  Já perto dos acréscimos, o Flu usou Xerém para confirmar os três pontos. Kayky enfiou bola para John Kennedy, que avançou em velocidade e soltou uma pancada cruzada para derrubar de vez o rival.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui