O Fluminense contou com duas falhas de Diego Cavalieri para, mesmo sem ser brilhante, vencer com facilidade o Botafogo, por 2 a 0, e encostar no G6 do Campeonato Brasileiro.  Com a vitória, o Tricolor chegou aos 50 pontos e ficou a um do Grêmio, primeiro time no G6. Com apenas 23, o Alvinegro é o lanterna e só espera o fim do campeonato para ver o rebaixamento confirmado.

Nada a dizer O primeiro tempo foi um sofrimento para quem tentou jogar futebol e para quem assistiu. Fluminense e Botafogo se anularam apresentando 0 eficiência ao longo de 45 minutos.  O Tricolor foi o time mais confortável com a bola nos pés. Apresentou qualidades individuais, com jovens promissores, mas não foi nada objetivo no campo de ataque.

O Glorioso, por sua vez, tinha uma referência no ataque que era obrigado a buscar jogo recuado (Matheus Babi) e uma promessa de muita qualidade que se limitou a marcar os laterais (Matheus Nascimento).  É até difícil destacar algo de bom na primeira parte. Os cinco minutos de acréscimos apenas prolongaram a frustração de um clássico que não honrou a tradição dos clubes.  Superior, Flu aproveita falhas de Cavalieri O alento do segundo tempo era a certeza de que não poderia ser pior que o primeiro.

Aos 13 minutos, Yago Felipe conseguiu a primeira boa jogada da partida, mandando chute forte de fora da área no alvo. Diego Cavalieri fez boa defesa.  Com mais condições para chegar ao gol, o Flu contou com uma falha de Diego Cavalieri para abrir o placar. Luiz Henrique cruzou da canhota, a bola desviou na zaga e sobrou para Lucca, que chutou em cima de Cavalieri, mas o goleiro falhou feio e teve de pegar a bola dentro do gol.

Barroca olhou para o banco em busca de opções e escolheu Angulo, Barrandeguy, Cícero, Davi Araújo e Rafael Navarro. O treinador não confiou nem em Kalou e nem em Kelvin.  A entrada de Barrandeguy adiantou Kevin, e a de Cícero deu a opção de um homem a mais na área.

Angulo tentou resolver na individualidade, mas o que se viu foi desespero puro.  No abafa, o Alvinegro tentou pressionar nos minutos finais, mas em nenhum momento mostrou condições de reagir. Já nos acréscimos, Wellington Silva acabou derrubado por Cavalieri na área e, na cobrança, fechou a conta em 2 a 0.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui