Flamengo goleia o Corinthians com jogo consistente e chega à liderança


Jogadores do Flamengo comemoram um dos gols contra o Corinthians Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O Flamengo completou o quinto jogo em 12 dias pelo Brasileiro, média de uma partida a cada 57 horas, e alcançou a liderança provisória com uma atuação consistente diante do Corinthians, na Arena Néo Química.

A qualidade do gramado do estádio ajudou na apresentação tecnicamente acima da média da equipe de Dome, que goleou o adversario por 5 a 1. Com isso, o Flamengo chega a 34 pontos e aguarda o restante da rodada para ver se Atlético-MG e Internacional chegam no mesmo número.

A vitória foi incontestável, embora o adversário tenha finalizado mais (19 a 9), colocado duas bolas na trave e obrigado o jovem Hugo a realizar defesas difíceis, sobretudo no segundo tempo.

O Flamengo impôs-se com maior posse de bola e uma troca de passes que envolveu o Corinthians depois dos minutos iniciais. Mas quando não tinha a bola, a equipe rubro-negra não evitava tanto os perigos.

O jogo franco e bom de se ver se desenhou com um domínio progressivo dos visitantes. Com Vitinho ao lado de Pedro por dentro do ataque, o Flamengo incomodou o Corinthians desde o início e atacou de forma eficiente.

Mas o primeiro gol saiu apenas aos 31 minutos. Em boa jogada pela esquerda, Filipe Luis acertou passe na cabeça de Éverton Ribeiro, que finalizou com precisão.

Ainda que na frente, o Flamengo era cercado e atacado pelo Corinthians, mas não houve um perigo maior do que a bola no travessão arrematada por Camacho. As demais finalizações haviam sido para fora.

Se não chutava tanto a gol, o Flamengo trabalhava melhor a bola. Foi assim que Vitinho desencantou. Em linda jogada de Éverton Ribeiro, serviu o atacante na entrada da área, e ele bateu de esquerda, seco, no canto.

Minutos depois, Ribeiro cobrou escanteio e Natan subiu na segunda trave para fazer o terceiro. O Corinthians diminuiu com Gil, em falha de Hugo Souza na saída pelo alto. Se o jovem errou dessa vez, salvou o Flamengo, pressionado na sequência, de levar mais gols. Com duas defesas importantes.

Mais exposto, o Corinthians tentava reduzir os danos, e o Flamengo se aproveitou para construir um placar histórico. O quarto gol foi em nova chegada de velocidade que começou pela lateral com Isla e terminou na pequena área, para Bruno Henrique completar sem goleiro.

No fim, Diego completou o placar em falha defensiva do Corinthians. O meia entrou cheio de gás, recebeu de Bruno Henrique, deixou Gil para trás e balançou as redes.

Extra 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *