foto: ascom/cbf

Continua depois da publicidade

BRUNO BRAZ E LETÍCIA MARQUES
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Foi um jogo de ataque contra defesa no Maracanã (RJ).

O Flamengo ficou praticamente todo o jogo no campo do Athletico-PR, pressionou, colocou bolas na trave, mas os paranaenses conseguiram se segurar e arrancaram o empate em 0 a 0, que foi comemorado como vitória, na noite desta quarta-feira (27), no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

A partida de volta ocorrerá em 17 de agosto, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

No fim de semana, pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo recebe o Atlético-GO, sábado (30), no Maracanã. Já o Athletico recebe o São Paulo, domingo (31), na Arena da Baixada.

Dorival Júnior colocou em campo o que considera o time titular. O primeiro tempo foi de pressão do clube carioca, com o Athletico acompanhando de perto e utilizando muito a marcação individual.

O Flamengo teve mais de 70% de posse de bola, mas não foi eficiente na finalização. Destaque para o lado esquerdo com Filipe Luís e na recuperação de bola.

No segundo tempo, o Flamengo continuou dominando. A entrada do experiente Vidal trouxe mais dinâmica para o clube carioca, que desperdiçou algumas oportunidades na segunda etapa.

O time de Dorival foi consistente, mas não conseguiu quebrar a defesa paranaense. Cebolinha, por sua vez, entrou bem, mas faltou amplitude.

O Athletico-PR praticamente não chegou ao gol do Flamengo. O time entrou em campo com uma proposta excessivamente defensiva, mas dentro do que se propôs, foi eficiente, já que realizou uma marcação dura e sem dar muitos espaços aos cariocas.

No segundo tempo, Felipão fez alterações para explorar os contra-ataques, mas eles quase não existiram.

Treinador da seleção brasileira no penta mundial, Luiz Felipe Scolari completou cem jogos pela Copa do Brasil nesta quarta.

O técnico do Athletico-PR é também o maior vencedor da competição, com quatro títulos do total de cinco finais. Além disso, soma oito semifinais e 13 quartas de final do torneio.

O técnico da Seleção Brasileira esteve no Maracanã para assistir a partida. Além de Tite, o auxiliar técnico César Sampaio também marcou presença. No Flamengo, devido a boa fase, Pedro vem chamando atenção para a próxima convocação.

FLAMENGO

Santos, Rodinei, David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís (Ayrton Lucas); Thiago Maia, João Gomes (Vidal), Everton Ribeiro (Everton Cebolinha), Arrascaeta, Gabigol e Pedro. Técnico: Dorival Júnior.

ATHLETICO-PR

Bento; Pedro Henrique, Thiago Heleno (Matheus Felipe) e Nico; Khellven, Erick, Hugo Moura, Fernandinho (Léo Cittadini) e Abner; Terans (Vitinho) e Cuello (Marcelo Cirino). Técnico: Felipão.

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões amarelos: Gabigol, Thiago Maia e Arrascaeta (FLA); Bento, Fernandinho, Erick, Léo Cittadini e Matheus Felipe (ATH)

Cartões vermelhos: David Luiz (FLA)

BRUNO BRAZ E LETÍCIA MARQUES/Folhapress

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui