A vacina AstraZeneca/Oxford está sendo produzida no Brasil pela Fiocruz. Na imagem, um dose da vacina Covishield, da Índia. Ele também usa a mesma fórmula do imunizanteTânia Rêgo / Agência Brasil

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) se reuniu com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) nesta 3ªfeira (9.mar.2021) para discutir o status da análise do registro da vacina de Oxford/AstraZeneca, que está sendo produzida pela fundação.

A Fiocruz apresentou dados sobre imunizante que está sendo produzida no laboratório da fundação, no Rio de Janeiro, sobre a eficácia e qualidade do material, que usa a fórmula original do laboratório AstraZeneca.

O pedido de registro definitivo da vacina foi feito pela Fiocruz no dia 29 de janeiro. A agência informou que analisou 83,45% das informações até o momento.

VACINA NACIONAL

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) espera alcançar a marca de 1 milhão de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford contra a covid-19 produzidas por dia até o final de março. A estimativa foi divulgada nessa 2ª feira (8.mar.2021), durante a visita técnica do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na qual foi anunciado o início da produção em larga escala do imunizante.

Durante o encontro, representantes da Fiocruz previram a entrega de 3,8 milhões de doses para o mês de março. A produção dos lotes de pré-validação e validação foram finalizadas no último domingo (7.mar), com testes de consistência e estabilidade dentro dos parâmetros desejados.

Esses lotes poderão ser incorporados ao PNI (Programa Nacional de Imunização), mediante aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Com o início da operação dessa 1ª linha na 2ª feira (8.mar), a Fiocruz iniciará o escalonamento gradual da produção.

A primeira linha em funcionamento está produzindo cerca de 300 mil doses por dia. Ainda nesta semana, caso a produção ocorra dentro do previsto, uma segunda linha de produção deverá entrar em operação para aumentar a capacidade produtiva. A expectativa é chegar, até o final de março, com as duas linhas em funcionamento, com uma produção de cerca de 1 milhão de doses por dia”, informou a Fiocruz em nota publicada em sua página na internet.

SEGURA E EFICAZ

A vacina de Oxford/AstraZeneca já foi autorizada pela autoridade sanitária do Reino Unido e também recebeu sinal verde da agência reguladora de medicamentos da União Europeia. Além do Brasil, outros países como Reino Unido e Índia já iniciaram a aplicação das doses.

O imunizante tem eficácia geral de 76% 22 dias depois da aplicação da 1ª dose, e de 82% após a 2ª dose, que deve ser aplicada 3 meses após a 1ª. Os dados foram publicados na revista científica The Lancet, uma das mais respeitadas do mundo.

Além de prevenir a doença em mais de 80% dos casos, a vacina apresentou 100% de eficácia contra casos graves e hospitalizações. Isso significa que, durante os estudos clínicos, ninguém que foi vacinado precisou ser internado.

Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui