Inúmeros impasses tem adiado a aliança entre o prefeito Luciano Cartaxo e o ex-presidiário Ricardo Coutinho. Três nomes foram apresentados pelo PSB para compor a vice de Edilma Freire, mas é um pior do que o outro. A esposa de Ricardo Coutinho, Amanda, foi vetada porque é uma das denunciadas na Operação Calvário; Cassandra, presidente do PSB municipal, também foi vetada porque a chapa já tem Edilma Freire como mulher; e por último Diego Lima, também vetado por falta de expressão no mundo político e por ser próximo demais a Coriolano Coutinho, um dos presos na Calvário.

A solução seria familiar, indicar o filho de Ricardo para ser vice da cunhada de Cartaxo. Porém, Rico Coutinho é funcionário do Sebrae e perdeu o prazo de desincompatibilização.

Polítika

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui