A Fundação Casa de José Américo (FCJA) realiza, neste domingo (8), a primeira Feira de Antiguidades do Nordeste em suas dependências. Das 10h às 17h, as portas da Casa de Zé estarão abertas para receber os visitantes, que terão não somente a oportunidade de ver e comprar objetos antigos, mas também de confraternizar e desfrutar de uma programação cultural especialmente pensada para a data, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher.

Sob o olhar do presidente Fernando Moura e do curador Gerardo Rabello, a Patrulha Musical da Polícia Militar da Paraíba fará a abertura da Feira de Antiguidades e da Exposição de Carros Antigos. A feira terá a participação de antiquários e colecionadores da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, que estarão com peças expostas no saguão do auditório, enquanto os veículos estarão espalhados pelos amplos jardins da FCJA. A cantina da casa terá café e lanche diversificado.

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, a atriz Zezita Matos, acompanhada pelo violão de Carlyto Campos, fará a leitura do poema “Elegia”, que José Américo escreveu para a sua esposa, d. Alice. Essa performance literária acontecerá às 16h, no local da feira. Logo depois, no auditório, será exibido o clássico “Aruanda”, do cineasta paraibano Linduarte Noronha, com comentário do professor João de Lima. O filme conta a história de um quilombo formado em meados do século XIX, por escravos libertos no sertão da Paraíba.

Compartilhar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui