Um paraibano professor de futebol morreu afogado na Croácia no último sábado, 3. Sem condições de pagar pelo traslado do corpo, a família de Geovanne Melo, que tinha 30 anos, está realizando uma campanha para arrecadar o valor suficiente para trazer o corpo dele para sepultamento na Paraíba, estimado em R$ 60 mil.

Geovane era atleta de Muay thai e também trabalhava recrutando jovens para times de futebol. Era justamente para a seleção de atletas para clubes europeus que ele viajou a Croácia fazia dois meses. Em um momento de folga, decidiu tomar um banho de rio junto com três amigos e infelizmente acabou morrendo.

O grupo não percebeu que o paraibano se afastou momentaneamente deles. Quando notaram a ausência de Geovane, um dos amigos mergulhou e pôde ver o corpo dele no fundo do lago.

As autoridades policiais foram acionadas e se dirigiram ao apartamento que professor estava dividindo com um colega. Foi esse rapaz que avisou a família de Geovane sobre o falecimento.

“Conseguimos arrecadar cerca de R$ 30 mil, mas ainda falta muito para chegar ao valor que precisamos”, disse ao ParlamentoPB Thiago Santos do Nascimento, cunhado de Geovane.

Ele informou que o professor era muito saudável e que sabia nadar, embora não fosse “exímio nadador’. A família acredita que ele possa ter se sentido mal durante o mergulho, o que poderia ter causado seu afogamento. “Ele era muito saudável, além de ser atleta. Essa tragédia nos deixou perplexos”, lamentou Thiago.

Quem puder contribuir, pode fazer transferência para a conta do cunhado de Geovane, descrita abaixo.

ParlamentoPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui