Buscando aproximação dos líderes do Brasileiro, Fluminense e Corinthians estiveram frente a frente neste domingo, em Sao Januário. Com a bola rolando, o Timão foi melhor no primeiro tempo e abriu o placar.

Na segunda etapa, porém, o Tricolor, mesmo com a expulsão de Abel Hernández, foi valente e contou gol de Cazares, ex-corintiano, para buscar o empate: 1 a 1. Com o resultado, o Tricolor das Laranjeiras chega a dez pontos e ocupa a oitava posição na tabela.

Do outro lado, o Alvinegro do Parque São Jorge soma nove, no décimo posto. Jô abre o placar O Corinthians surpreendeu em São Januário e foi o dono da bola nos primeiros minutos de partida.

Diante de uma tentativa de marcação alta do Flu, o time alvinegro criou boas alternativas na construção do jogo e sofreu poucos riscos ao longo da etapa inicial. Do outro lado, o Tricolor das Laranjeiras, apesar de não ter o controle das ações, foi quem mais se arriscou num primeiro instante.

Abel Hernández teve duas boas chances para incomodar o goleiro Cássio, mas não teve sucesso nas finalizações. A primeira boa chegada dos visitantes surgiu aos 27. Após cobrança de escanteio, João Victor cabeceou firme e Marcos Felipe fez boa defesa.

Pouco depois, Gustavo Mosquito foi lançado pela direitas, girou bem sobre a marcação, invadiu a área e foi derrubado por Luccas Claro. Pênalti. Na cobrança, Jô bateu no cantinho e abriu o placar.

Após o gol sofrido, o Fluminense esboçou uma reação e criou duas grandes chances para empatar. Na primeira, Cazares cobrou escanteio na primeira trave e Ganso desviou de cabeça para grande defesa de Cássio.

Na sequência, Cazares fez boa jogada individual, invadiu a área e bateu firme para mais uma boa intervenção do goleiro alvinegro. Com um a menos, Flu busca o empate Na volta do intervalo, o Fluminense tentou ser mais agressivo ofensivamente, mas acabou punido por outro tipo de agressividade.

Logo aos cinco, Abel Hernández exagerou na força, levantou as travas da chuteira na canela do volante Gabriel e foi expulso. Com a vantagem no placar e um jogador a mais, o Corinthians tinha tudo para se manter tranquilo na partida. Mas aconteceu exatamente o contrário.

O time comandado por Roger Machado ignorou a superioridade numérica do adversário e partiu em busca do gol de empate.

Aos 15, Bobadilla foi lançado na referência, escorou de cabeça para trás, e viu Gabriel Teixeira chegar batendo de primeira para fora. Minutos depois, Cazares escapou pela direita e cruzou com veneno para Bobadilla, que apareceu pelo meio para completar, mas Cássio fez a defesa.

A insistência tricolor foi premiada em São Januário. Aos 25, Egídio avançou bem pela esquerda e colocou na área. O ex-corintiano Cazares infiltrou pelo meio, atacou o espaço e, livre de marcação, testou firme para o chão.

Cássio ainda tentou a defesa, mas não evitou a execução da lei do ex na Colina Histórica. Nos minutos finais, o Timão, enfim, resolveu acordar, e iniciou uma pressão em busca da vitória.

Aos 44, após cruzamento da direita, Jô apareceu completamente livre na área, mas desviou por cima do gol. No lance seguinte, Jô voltou a ser acionado e, desta vez, escorou para Roni, que chegou batendo, mas parou nas mãos de Marcos Felipe. Tudo igual.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui