Foto: Ascom

Na projeção de Tárcio Pessoa, ex-secretário de Finanças da Paraíba, “no segundo semestre vamos ter uma quebradeira de governos sem precedentes”, em função da estimada queda de 3% a 7% – negativos – do produto interno bruto (PIB).

“Estamos à beira de uma grande depressão econômica”, sublinhou.

Na sua avaliação, “os danos causados” na economia “serão infinitamente superiores aos provocados pelo próprio vírus”.

Tárcio destacou que os quatro pilares da expansão da atividade econômica paralisaram simultaneamente: comércio internacional, consumo interno, investimentos públicos em infraestrutura e investimentos privados.

Paraíba Online /Arimatéa Souza 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui