O agente de investigação Sandro Roberto, da Polícia Civil da Paraíba, foi morto a tiros nessa quinta-feira (13) na praia de Zumbi, no Rio Grande do Norte. Ele estava em sua casa, que foi invadida por homens armados que efetuaram os disparos.

A arma do policial foi roubada. A vítima chegou a ser resgatada a uma unidade hospitalar, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Sandro Roberto da foi presidente da Associação de Policiais Civis da Paraíba (Aspol). Em nota, a entidade lamentou o crime:

“É com muito pesar que confirmamos a morte do Agente de Investigação Sandro Roberto, ex-presidente da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba – ASPOL-PB, brutalmente assassinado na noite desta quinta-feira (13), no Rio Grande do Norte. 

Sandro era um policial dedicado à profissão, trabalhou em várias delegacias da Paraíba e integrou, por quase 10 anos, a diretoria da ASPOLPB, ocupando em parte desse período o cargo de presidente.

A diretoria e todos os policiais civis da Paraíba lamentam profundamente a perda do colega que, de forma aguerrida, encabeçou várias lutas em prol da valorização dos policiais civis, sendo reconhecido por sua postura firme e comprometida. 

Ao mesmo tempo em que desejamos força à família e amigos, reforçamos o empenho da Polícia da Paraíba em contribuir na elucidação do crime e prisão dos acusados”.

Wscom 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui