Foto: Divulgação

O governado da Paraíba, João Azêvedo (Cidadania) resolveu exonerar, a pedido, Cícero Gregório de Lacerda Legal, do cargo em comissão de assessor de gabinete da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, cuja pasta tem como secretário o petista Padre Luiz Couto.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (21).

Cícero Legal estava nomeado como interventor do Diretório Municipal do PT de João Pessoa pela Executiva Nacional, mas por decisão da Justiça Eleitoral, que considerou o ato do PT nacional ilegal, a intervenção foi suspensa.

Ele já havia manifestado o pedido de exoneração, pois não estava se sentindo confortável com o apoio de João Azevêdo a uma candidatura que o PT considera de direita.

“O companheiro João Azevêdo nem chegou a conversar com a gente sobre a política agora em 2020, sobre a política em João Pessoa. Ele se aliou a pessoas que mais prejudicaram a gente, que foi o grupo Ribeiro”, teria dito logo após a indicação como interventor do PT de João Pessoa.

Cícero é da ala dos petistas que vem defendendo a coligação com o PSB, bem como o apoio à candidatura de Ricardo Coutinho a prefeito de João Pessoa.

Já o secretário Luiz Couto, de quem Cícero é muito amigo e foi quem o chamou para o cargo no Estado, ainda não externou posicionamento em relação às eleições municipais, mas deve lealdade ao governador Azevêdo, que apoia a candidatura de Cícero Lucena pelo Progressistas.

Paraíba Online 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui