Foi sofrido, mas após sair atrás no início da partida, o Bahia contou com um predestinado estreante para vencer o ABC por 2 a 1. O paraguaio Óscar Ruiz, em seu primeiro toque na bola fez o gol da virada. Gilberto também deixou o dele. Com o resultado, o Bahia termina na segunda posição do Grupo A, o que garante o mando de campo na próxima fase, em jogo único contra o CRB.

Já o ABC termina em 5º no Grupo B, apenas um ponto atrás dos classificados Altos e CSA. Bahia pressiona, mas ABC sai na frente O início da partida foi movimentado, com o Bahia tendo ótimas chances de abrir o placar nos três primeiros minutos.

Primeiro com Thaciano que recebeu dentro da área e mandou para fora e logo em seguida em chute de longe de Daniel, defendido por Welligton. Mas o ABC que abriu o placar, logo aos 5, após Janderson roubar a bola no campo de ataque e Maycon Douglas mandar para a rede após assistência de Wallyson.

O Tricolor então passou a pressionar. Aos 11, Thaciano recebeu na área, driblou o defensor, mas chutou na rede pelo lado de fora. Aos 14, Daniel recebeu ótimo passe de Rodriguinho, bateu colocado e mandou para fora. O ABC que defendia com uma linha defensiva de cinco (às vezes seis), voltou a chegar ao ataque aos 19, quando Wallyson bateu forte e Douglas precisou fazer boa defesa. Mesmo sem a intensidade do início do jogo, o Bahia seguiu criando oportunidades para empatar.

Aos 24, Rossi cobrou falta frontal e mandou por cima do gol. Aos 30, Thaciano teve duas oportunidades de mandar para o gol após cruzamentos de Matheus Bahia e Nino Paraíba, mas foi impedido pela defesa do ABC.

Chegando ao fim da primeira etapa, o Bahia apenas tocava bola e pouco agredia o ABC. Conseguiu uma grande chance aos 44, quando Nino Paraíba tabelou com Thaciano, cruzou para Rodriguinho que cabeceou para baixo e parou em excelente defesa de Welligton.  Estreante decide  O Tricolor não demorou para conseguir o empate.

Aos 9, Daniel fez ótimo lançamento para Rossi, que de frente para o goleiro só rolou para Gilberto empurrar para o gol. O atacante, artilheiro da Copa do Nordeste com seis gols, quase virou aos 13, em chute forte da entrada da área que passou por cima do gol. Rodriguinho cansou e Dado Cavalcanti chamou Óscar Ruiz para fazer sua estreia pela Bahia.

Aos 22, após cruzamento de Matheus Bahia, o paraguaio pegou a sobra e no seu primeiro toque na bola como jogador do Tricolor, bateu bonito e virou o jogo. Aos 24, Rossi quase ampliou o placar em chute que passou rente à trave. O ABC sentiu o golpe e começou a apresentar erros defensivos, o Bahia então esteve próximo de ampliar aos 28, quando após trapalhada da zaga alvinegra, Patrick de Lucca pegou a sobra na pequena área, mas foi impedido de finalizar no último instante.

Aos 30, Gilberto fez boa jogada individual, foi derrubado na área e pediu pênalti, mas nada foi marcado. A equipe do Rio Grande do Norte passou a ficar mais com a bola e buscou o empate. Até chegou a pressionar, mas esteve longe de chegar com o perigo. Na reta final, o Bahia ainda teve chances claras de empatar com Gilberto e Gabriel Novaes, mas também não foi eficiente.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui