Ministro da Economia, Paulo Guedes, conversou na manhã desta 5ª feira com senadores sobre as ações para conter a criseTV Senado – 25.mar.2021

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta 5ª feira (25.mar.2021) que é possível dar isenção para vacinas anti-covid-19 compradas por empresários no exterior e doadas ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Sem dar detalhes, o ministro disse que a medida ajudaria a desafogar a fila de vacinação do setor público.

Atualmente, a compra do imunizante é permitida apenas se todas as doses forem doadas ao SUS. O Ministério da Saúde alega que a decisão visa a acelerar a vacinação de grupos prioritários, como idosos e pessoas com doenças crônicas.

Guedes comentou a notícia que trata sobre um grupo de Minas Gerais que teria adquirido imunizantes para uso próprio. “Por enquanto, é ilegal, mas se a gente permitir que seja legal… e que façam doações”, disse em audiência pública remota do Senado Federal.

“Empresários têm condições de comprar sobras de vacina no exterior”, disse. “Se o setor privado der vacina para os mais idosos, podemos isentar as doações. Todo mundo que puder ajudar pode ter isenção para comprar vacina e doar”, declarou.

Assista ao momento (1min22seg):

Poder360

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui