Corinthians e Internacional fizeram um jogo bem disputado em São Paulo e empataram em 1 a 1, em jogo válido pela nona rodada do Brasileirão. Os visitantes saíram na frente com Edenílson, de pênalti, na primeira etapa. Jô empatou para o Timão na etapa final. Com o empate, o Timão sobe provisoriamente para o décimo lugar, com 11 pontos, em nove jogos.

o Inter vem logo atrás em número de pontos com dez, mas na 14ª posição na tabela. Na próxima rodada, o Inter volta para Porto Alegre para enfrentar o Sâo Paulo, na quarta-feira, às 21h30.

Já o time paulista viaja para Chapecó para enfrentar a Chape, na quinta-feira, às 21h. Inter abre placar de pênalti Os primeiros minutos de jogo no Neo Química Arena foram parelhos. O Corinthians tentava jogar principalmente pelo lado direito com Fagner e Gustavo Mosquito, mas tinha dificuldades justamente no momento de centralizar as jogadas.

Já o Internacional trocava muitos passes, mas não conseguia penetrar no sistema defensivo corinthiano. A primeira chance concreta de gol veio apenas aos 27 minutos com Gustavo Mosquito. O atacante fez uma boa jogada individual, conseguiu entrar bem na área e bateu colocado, assustando o goleiro do Inter, Daniel. No lance seguinte foi a vez dos gaúchos revidarem.

O jovem meia Maurício chutou bem de fora da área e quase contou com um desvio na defesa para enganar o arqueiro Cássio. O experiente goleiro acabou se recuperando na jogada para impedir o gol. O gol solitário da primeira etapa começou a surgir aos 35 minutos.

Depois de cobrança de falta no campo de ataque do Internacional, após uma bola alçada na área, o árbitro Marcelo de Lima Henriques marcou pênalti em cima de Victor Cuesta.

O VAR foi acionado para analisar um possível impedimento do zagueiro na jogada e aos 39 veio a confirmação da penalidade.

O volante Edenílson bateu firme e com categoria para abrir o marcador. Cássio até acertou o lado e raspou na bola, mas não conseguiu defender. Inter 1 a 0 na 14ª cobrança de penalidade de Edenílson pelo time gaúcho.

Depois de sofrer o gol, o Timão até tentou chegou a tentar atacar em jogadas com Mateus Vital e Roni, além de uma cobrança de falta com Fagner, mas não levou grande perigo para a defesa da equipe de Porto Alegre. Jô garante o empate Logo no primeiro minuto o Corinthians quase chegou ao empate.

Depois de boa jogada de Mateus Vital, que veio bem pela ponta esquerda e tocou para Jô, o centroavante entrou na área e fuzilou contra a meta de Daniel.

A bola saiu raspando a trave do time gaúcho. A resposta do Inter veio apenas aos 13 minutos. O meia Patrick chutou da entrada da área para testar Cássio. A tentativa passou muito perto da meta e foi pela linha de fundo. A partir daí, na segunda etapa o jogo continuou parelho.

Com o Corinthians tentando empatar, principalmente com Jô, que teve duas boas chances, bem parecidas para marcar, mas acabou barrado pela zaga do Internacional. Já os comandados de Diego Aguirre demonstravam muita disposição tática e apostavam num bom sistema defensivo e nos contragolpes para tentar assustar o goleiro Cássio.

O time gaúcho não chegava com tanta intensidade no ataque, mas por outro lado controlava bem o resultado e não sofria grandes sustos.  A insistência corinthiana (e de Jô) foi recompensada aos 34 minutos. Em bom lance pelo lado esquerdo do ataque corinthiano, Fábio Santos fez o cruzamento, Luan fez o desvio obrigando o goleiro Daniel a fazer a defesa.

Na sobra, o sempre oportunista Jô, sozinho, só empurrou para o fundo do gol para empatar a partida. Nos minutos finais, o Corinthians até ensaiou uma pressão e aos  50 minutos, o meia Araos até obrigou Daniel a fazer uma grande defesa para o Internacional, mas o empate prosseguiu. Placar final 1 a 1.

O Gol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui