No duelo de tetracampeões brasileiros, o Vasco e Cruzeiro empataram por 1 a 1, em jogo válido pela 25ª rodada da Série B. O gol vascaíno do confronto foi marcado por Nenê, no fim do primeiro tempo.

Foi o primeiro gol desde o retorno do meia a São Januário. Já o tento celeste foi marcado pelo zagueiro Ramon no último lance da partida. Com a vitória, o Vasco sobe, provisoriamente, para a décima colocação da Segundona, com 34 pontos, em 25 jogos.

Já o time mineiro vê sua série de 12 jogos sem perder continuar, mas com as chances de acesso cada vez mais remotas devido ao alto número de empates e permanece na 13ª posição, com 31 pontos, em 25 jogos.

Na sequência da Série B, o Vasco viaja até Santa Catarina para enfrentar o Brusque, na próxima, sexta, às 21h30. Já o Cruzeiro pega o CSA no domingo, às 16h, no Mineirão. Vasco sai na frente O duelo dos dois gigantes do futebol brasileiro foi bastante truncado na primeira etapa.

O Vasco tinha mais posse de bola, enquanto o Cruzeiro buscava contragolpes rápidos. Porém, as duas equipes enfrentavam muita dificuldade ao atacar o adversário. A primeira chance de real perigo na partida aconteceu apenas aos 21 minutos.

O experiente meia Nenê cruzou bem na área, Morato ganhou na disputa de Matheus Pereira pelo alto e cabeceou. Fábio fez uma defesa espetacular a queima roupara para manter o placar em São Januário.

A segunda grande chance na partida também foi vascaína aos 30 minutos. Morato, de novo, recebeu e girou dentro da pequena área para finalizar. Mais uma vez, Fábio pulou no cantinho para fazer outra grande defesa.

A resposta cruzeirense aconteceu aos 34 minutos. Depois de bom passe do zagueiro Ramón, Thiago recebeu e ganhou na corrida do sistema defensivo do Vasco. O centroavante arrematou cruzado e a bola passou raspando a meta de Vanderlei.

Quase o gol da Raposa. E melhor em campo, o Vasco abriu o placar no fim do primeiro tempo. Aos 44 minutos, Morato fezboa jogada pela ponta direita e cruzou para a área. Germán Cano cabeceou na trave e, na sobra, Nenê abriu o marcador.

O primeiro gol do “vovô” desde o seu retorno ao time cruzmaltino na última semana. Cruzeiro empata no último lance No segundo tempo, o Vasco continuou pressionando o Cruzeiro, porém levando menos perigo do que na etapa inicial.

O time cruzmaltino trocava passes em excesso, mas não conseguia penetrar na área celeste. Depois dos dez minutos, quem passou a comandar as ações na partida foi o Cruzeiro. Mas assim, como no período de domínio vascaíno, o time celeste tinha muitas dificuldades em penetrar na defesa cruzmaltina.

Aos 19 minutos, boa chance para o Cruzeiro. Em cobrança de falta de Eduardo Brock, o zagueiro chutou de longe e obrigou Vanderlei a fazer uma boa defesa para impedir o empate celeste. Cinco minutos depois, a resposta do Vasco. Marquinhos Gabriel recebeu na entrada da área, e chutou de muito longe.

O goleiro Fábio pulou bem para fazer boa defesa. Aos 30 minutos, Nenê cruzou para a área, Castán desviou e Fábio, mais uma vez, fez grande defesa para salvar o Cruzeiro. Quase o segundo. Aos 35 minutos, nova boa chegada do Vasco. Andrey fez grande jogada e ganhou da defesa.

Na antecipação, Cano chega chutando, mas acerta a rede pelo lado de fora. E o jogo, que havia ficado bem morno, ganhou em emoção nos acréscimos. Primeiro aos 47 minutos, quando Daniel Amorim (quase) aumentou a vantagem vascaína.

O centroavante recebeu de Pec, limpou a marcação e chutou para vencer Fábio. O gol, porém, acabou anulado pela arbitragem. No último lance do jogo, a redenção cruzeirense. Após cobrança de escanteio de Sóbis, Felipe Augusto desviou e, na sobra, Ramon, empatou no último lance do jogo. Incrível. Placar final, 1 a 1, em São Januário.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui