Em uma partida animada que contou com expulsão de Weverton, pênalti marcado, intervenção do VAR, bola na trave e grandes defesas, Palmeiras e São Bento empataram em 1 a 1 pelo Campeonato Paulista. Os gols do jogo foram marcados por Diego Tavares e Gustavo Gómez. Com o empate, o Palmeiras permanece na liderança do grupo C, com oito pontos. O São Bento é apenas o último do Grupo B, com dois pontos.

Os dois primeiros primeiros de cada grupo passam para as quartas de final. Expulsão, pênalti, bola na trave Após toda a indefinição que marcou a partida até ela ser disputada no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Palmeiras não demorou a tomar a iniciativa após o apito inicial, mas não assustou.

Passado o domínio inicial do Palmeiras, uma equipe do interior chegou ao ataque em cabeçada por cima do gol de Bruno Leonardo e chute para fora de Diego Tavares, em bom contra-ataque. O Verdão padrão um duro golpe aos 23, quando Weverton foi expulso após fazer falta e evitar o gol do São Bento.

Com a expulsão, a equipe do interior mudou a sua postura e passou a ocupar o campo de ataque. Aos 28, após erro da defesa do Alviverde, Daniel Costa serviu Diego Tavares, que livre, de frente para o gol, bateu no cantinho e abriu o placar. A partida ficou animada e o Palmeiras mesmo com um jogador a menos partiu em busca do empate.

Aos 33, Rafael Elias teve ótima chance, mas de frente para o goleiro tentou mandar por cima e errou. Aos 36, o zagueiro Julinho tocou com a mão na bola dentro da área. Após análise, no VAR, o pênalti foi confirmado. Na cobrança, Gustavo Gómez bateu bem e igual ao placar. O Palmeiras ainda teve uma excelente chance de conseguir uma virada antes do intervalo.

Aos 50, Rony adicionado bom passe pelo lado esquerdo, invadiu a área, bateu cruzado e acertou a trave. Chance lá, chance cá O retorno para o segundo tempo foi movimentado. Com menos de um minuto, Rafael Elias chutou rasteiro da entrada da área e Luiz Daniel fez boa defesa e mandou para escanteio. São Bento respondeu em cobrança de escanteio fechado que Vinicius Silvestre defendeu.

O Verdão teve outra boa oportunidade com Rafael Elias, mas ele cabeceou para fora. Mesmo jogando com um a menos, o Palmeiras atuava bem e era superior ao São Bento. Aos 15, Luan mandou para área, Esteves apareceu livre, mas finalizou por cima do gol. Aos 19, após cobrança de escanteio, Danilo ficou com a sobra na área, bateu forte, mas a bola passou por cima do gol.

O Palmeiras quase chegou a virada aos 30, quando Patrick de Paula bateu falta com maestria e Luiz Daniel fez grande defesa. O São Bento respondeu e teve chances aos 33, em finalização de Patrick Vieira defendido por Vinicius Silvestre e aos 36, na rampa forte de fora da área de Pablo, que obrigou o goleiro do Palmeiras e fazer ótima. O Verdão respondeu no minuto seguinte, em chute de Rony, ao lado do gol.

Logo em seguida, o São Bento contra-atacou e parou no travessão em finalização Daniel Costa na entrada da área. O Palmeiras ainda buscou a vitória e Gabriel Menino quase a conquistou em chute forte dentro da área que fez Luiz Daniel trabalhar de novo. A animada partida terminou a empatada.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui