Continua depois da publicidade

O Santos segue com muita dificuldade para se encontrar na temporada. Na noite desta quarta-feira, o Peixe visitou a Ferroviária, na Fonte Luminosa, em confronto direto na luta contra o rebaixamento no Paulista, e sofreu para impor seu jogo. Com a bola rolando, o Alvinegro saiu na frente, levou a virada e, após um fim de jogo eletrizante, só conseguiu evitar a derrota nos acréscimos: 3 a 3.

Com mais um tropeço, o time comandado por Fabián Bustos vai para a última rodada do Estadual com um grande dilema. Com 11 pontos conquistados, a equipe santista ainda corre riscos matemáticos de rebaixamento e, ao mesmo tempo, sonha com uma vaga nas quartas de final da competição.

Peixe domina, mas é surpreendido Apesar do campo pesado por conta da chuva, o primeiro tempo foi movimentado na Fonte Luminosa.

O Santos tomou a iniciativa e construiu as melhores oportunidades. Logo aos nove, Marcos Leonardo recebeu na área e quase fez um golaço de bicicleta. A bola tirou tinta da trave. Na sequência, o Peixe aumentou o volume e teve dois gols anulados em sequência. O primeiro foi de Lucas Barbosa, que recebeu lançamento longo e bateu na saída do goleiro, mas foi flagrado em posição de impedimento.

Pouco depois, Marcos Leonardo dominou na área e, mesmo sem ângulo, estufou as redes com uma bomba, mas a arbitragem marcou falta do centroavante no início da jogada. Na base da insistência, o Alvinegro Praiano, enfim, fez um gol legal. Aos 28, Camacho trabalhou a bola pelo meio e encontrou Marcos Leonardo, que, de letra, deixou na boa para Lucas Braga colocar no cantinho, sem chances para Saulo.

Mesmo sem conseguir se impor, a Ferroviária foi ao ataque nos minutos finais e foi buscar a virada. Aos 32, Hygor aproveitou cruzamento de João Lucas e testou para as redes. Já próximo aos acréscimos, Thomaz aproveitou sobra na entrada da área, colocou rasteirinho e venceu o goleiro João Paulo.

Vira-vira grená. A surpreendente reação da Locomotiva não assustou o Peixe, que rapidamente empatou a partida. Aos 48, Lucas Barbosa aproveitou sobra de finalização de Lucas Braga, levantou a cabeça e colocou para Marcos Leonardo deixar tudo igual no placar: 2 a 2.

Emoção até o fim No início do segundo tempo, o Santos voltou a pressionar. Aos oito, Ricardo Goulart recebeu de Marcos Leonardo e, livre na área, finalizou para fora. Incrível. Em resposta, Hygor aproveitou cruzamento da esquerda, subiu bem entre Lucas Pires e Bauermann, e testou por cima. Com o passar do tempo, o duelo ficou ainda mais franco em Araraquara.

Do lado santista, Marcos Leonardo e Lucas Braga tiveram boas chances, enquanto a Locomotiva assustou com Hygor e Bernardo. Aos 35, o Peixe voltou a ter um gol anulado, o terceiro na partida. Lucas Pires colocou na área para Léo Baptistão, que, em posição de impedimento, mandou para o fundo das redes. Nada feito.

Assim como na etapa inicial, a Ferroviária, no momento em que parecia não oferecer riscos, encontrou uma oportunidade para voltar à frente do marcador. Aos 44, após bola cruzada para área santista, a arbitragem flagrou toque de mão de Kayky e marcou pênalti. Na cobrança, Bruno Mezenga bateu e deslocou João Paulo: 3 a 2.

Sem entregar os pontos, o time comandado por Fabián Bustos foi para cima nos últimos minutos e voltou a empatar o confronto. Após abafa intenso, Léo Baptistão aproveitou sobra em cobrança de escanteio e decretou o empate na Fonte Luminosa.

O Gol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui