Sem mencionar diretamente o Poder Judiciário, o presidente Jair Bolsonaro fez uma ameaça ao presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, durante discurso para manifestantes nesta terça-feira (7) em Brasília. No discurso, Bolsonaro atacou o ministro Alexandre de Moraes, do STF

Continua depois da publicidade

— novamente sem citar o nome do ministro. Nos últimos meses, Moraes tem tomado decisões que desagradaram a Bolsonaro e seus aliados, como as prisões do deputado Daniel Silveira e de Roberto Jefferson, ambos aliados do presidente.

De acordo com o presidente, “uma pessoa específica da região dos três poderes” está “barbarizando” a população e fazendo “prisões políticas”, que, segundo afirmou, não se pode mais aceitar.  “Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos Três Poderes continue barbarizando a nossa população.

Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos. Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dela se enquadra ou pede para sair”.

Istoé 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui