Eleições em JP: Wallber quer apoio de Bolsonaro, mas nega os de Ricardo e Julian

O deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Wallber Virgolino afirmou, durante entrevista ao programa ‘f5’, da 89 Rádio Pop nesta quinta-feira (13), que quer ter o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para apoiar sua candidatura na capital paraibana. Além dele, os prefeitáveis Julian Lemos (PSL) e Nilvan Ferreira (MDB) também demonstram ter interesse no apoio do presidente.

“Estou lutando muito para ter esse apoio. Conversei com ele, mas não quis ser incisivo nesse sentido [apoio a candidatura]. Quero que ele retribua o nosso trabalho e reconheça que nós estamos do mesmo lado. O público dele nos acompanha de forma massiva e esperamos que ele também venha nos acompanhar, porque defendemos os mesmos princípios, discordamos de algumas coisas, mas na totalidade defendemos as mesmas coisas. É importante para ele que a bandeira do conservadorismo seja fincada nesse município” afirmou.

 

Ao ser questionado sobre possíveis problemas nas pré-candidaturas devido às denúncias contra os filhos do presidente, o pré-candidato admitiu que há risco, mas destacou que amigo é “no bom e no ruim”.

“Já passei por muita coisa e não sou amigo de beira de estrada, não deixo para trás. Estou com o presidente para o que der e vier, não compactuo com nenhum tipo de erro, quem o fizer que pague, mas vamos caminhar juntos. Quero o apoio do presidente e dos filhos dele “, ressaltou.

Wallber ainda comentou os nomes que não buscaria apoio para um eventual segundo turno nas eleições deste ano em João Pessoa. O pré-candidato citou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o prefeito de capital, Luciano Cartaxo (PV), o governador João Azevêdo (Cidadania) e Julian Lemos (PSL). Ele brincou ao afirmar que o seu coordenador de campanha não se “dá muito bem” com o candidato do PSL.

“Tenho três figuras que não tenho como dialogar, porque senão perco a coerência. Um é o ex-governador Ricardo Coutinho, o outro é o prefeito Luciano Cartaxo, que não considera ninguém e o governador João Azevêdo, porque sou oposição dele na Assembleia. Julian Lemos também. Meu coordenador de campanha não se dá muito bem com ele”, pontuou.

Assista a entrevista:

Paraíba Já

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *